• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Dúvidas, desfalques e meta: como o Flamengo chega para encarar o La Calera

Após fechar o ‘primeiro turno’ da fase de grupos da Libertadores com aproveitamento de 100%, o Flamengo entra em campo pela quarta rodada da competição às 21h30 (horário de Brasília) desta terça-feira (11), enfrentando o Unión La Calera. Último jogo do Fla fora de casa antes do mata-mata, o duelo pode marcar uma classificação antecipada e tranquila como nunca se viu na Gávea. Caso vença o time chileno nesta noite, a equipe comandada por Rogério Ceni terá mais dois compromissos, ambos em casa, lutando apenas pela liderança, mas já garantido nas oitavas de final.

A IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO ANTECIPADA
Vale reforçar que, além da questão emocional e confiança que passa para o time na competição, há ainda um ponto relevante no qual o Flamengo ganha ‘respiro’: o calendário. Isso porque, as seleções já estão se preparando para competições, não à toa, as ofertas da bet365 Copa América têm sido cada vez mais visadas e sites de bônus estão disponíveis (clique aqui). No Brasil, por exemplo, ocorrerá convocação na próxima sexta-feira (14). Dentre os jogadores do Fla, Everton Ribeiro, Bruno Henrique, Gabigol e Pedro foram nomes lembrados recentemente. Além deles, ainda há Gerson no radar, e Filipe Luís, lateral que foi figura marcada na canarinho em anos recentes.

AS DÚVIDAS NA ESCALAÇÃO
Voltando ao jogo desta terça-feira, o Flamengo tem alguns elementos peculiares que envolvem a disputa. Uma delas é a ausência de três peças fundamentais no time considerado ideal: Diego Alves, Gerson e Rodrigo Caio. Todos eles se recuperam de problemas físicos e sequer foram relacionados para o embate em questão. Contra a LDU, na vitória por 3 a 2, o único deles que atuou foi o camisa 1, mas acabou sendo substituído ao fim do primeiro tempo e dando espaço para o jovem Hugo Souza.

Com as baixas, Bruno Viana e João Gomes devem herdar vaga no time principal, restando apenas uma dúvida: Gabriel Batista ou Hugo? Anteriormente, esta seria uma resposta fácil, visto que Hugo chegou bem aos profissionais e teve atuações relevantes na conquista do Campeonato Brasileiro de 2020. No entanto, o camisa 45 passou a demonstrar irregularidade, além de ‘deslizes’ extracampo, que parecem ter reduzido a confiança da comissão técnica. Na última partida do Flamengo – a vitória por 4 a 1 sobre o Volta Redonda, na semifinal do Campeonato Carioca – foi Gabriel quem defendeu a meta rubro-negra.

O CENÁRIO DO GRUPO
Com nove pontos, o Flamengo é líder disparado e isolado O mais próximo do Rubro-Negro no momento é a LDU, com quatro pontos. Sendo assim, mesmo que o Fla sofra um revés no estádio Nicolás Chahuán Nazar, seguirá no topo. O Veléz é o terceiro colocado, com três pontos, e o La Calera, adversário desta noite, somou apenas um ponto no primeiro turno e pode ser eliminado já nesta rodada.

De forma prática e direta, pode se dizer que o Flamengo garante a classificação com qualquer vitória. Caso empate, ainda há chance de chegar às oitavas com antecedência. Isso porque, na quinta-feira (13), há o confronto Vélez x LDU. Em caso de triunfo da LDU, o time argentino não terá mais chance de alcançar o Fla.

Publicado em colunadofla.com.