• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

É CAMPEÃO! Flamengo bate o Palmeiras e vence a Supercopa do Brasil

Nesta domingo (11), Flamengo e Palmeiras entraram em campo pela Supercopa do Brasil. O jogo foi disputado no estádio Mané Garrincha, no Distrito Federal, às 11h (horário de Brasília). Com força máxima, o Rubro-Negro buscava o seu primeiro título na temporada e o bicampeonato do torneio.

O JOGO:

No primeiro minuto do jogo, gol do Palmeiras. Diego Alves saiu errado, Felipe Melo tocou pro Raphael Veiga, que fez linda jogada e estufou as redes do Flamengo. Palmeiras 1×0.

Aos 22 minutos, depois de duas grandes chances, GOOOOOL do Flamengo!!! Filipe Luís fez uma jogada individual MONSTRUOSA, deixou a marcação na saudade e chutou na trave. No rebote, Gabi mandou pro fundo do gol. Flamengo 1×1 Palmeiras.

O Alviverde não demorou muito a responder e quase fez o segundo gol. Após falha na defesa do Flamengo, Breno Lopes driblou Diego Alves e bateu pro gol, que foi evitado por Diego Ribas. O camisa 10 da Gávea fez uma leitura de jogo EXCELENTE e salvou um gol feito, de calcanhar. Absurdo o lance do capitão.

Na primeira etapa, o Flamengo sofreu com o sistema defensivo… Muito desorganizado, o Mais Querido via o Palmeiras oferecer perigo com certa facilidade, e precisou contar com boas defesas de Diego Alves.

Aos 41, Isla fez uma falta perigosa quase na entrada da área. Leandro Vuaden apontou pênalti para o Palmeiras, mas após consulta do VAR, deu falta. Raphael Veiga cobrou no ângulo e quase ampliou o marcador, mas Diego Alves estava lá para buscar. Na resposta, quase o segundo do Mengo. Gabigol enfiou uma linda bola para Bruno Henrique, que mandou pro gol, mas parou em incrível defesa de Weverton. Tudo igual no Mané Garrincha.

Nos acréscimos, o Flamengo virou o placar com Arrascaeta. O uruguaio mais amado do Brasil fez jogada individual pela esquerda, limpou a marcação e chutou da entrada da área, no cantinho de Weverton. Golaço de craque! Flamengo 2×1.

O primeiro tempo foi marcado por um verdadeiro jogão de bola, com boas chances para ambos os lados, e vantagem do Rubro-Negro no marcador.

O Flamengo voltou para o segundo tempo sem alterações, e o jogo foi reiniciado no 220v, assim como se encerrou. Lá e cá, ambas as equipes encontravam espaços e criavam boas chances de gol.

Aos 10, quase o terceiro gol do Flamengo. Arão jogou para Gabigol, que chutou para perto do gol. Aos 15, o Palmeiras respondeu e teve boa chance com Gustavo Gómez, após cobrança de escanteio. No entanto, Diego Alves estava lá para defender.

Na sequência, substituição dupla no Flamengo: Rogério Ceni tirou Isla e Diego para as entradas de Matheuzinho e João Gomes.

Aos 24, o Flamengo marcou o terceiro com Gabifol, mas a arbitragem assinalou impedimento. Na resposta, pênalti para o Palmeiras. Rodrigo Caio, em lance juvenil, puxou Rony pela camisa e causou a penalidade. Raphael Veiga, na bola, deixou tudo igual no marcador. Flamengo 2×2 Palmeiras.

Aos 34, Rogério Ceni fez mais uma substituição, e tirou Everton Ribeiro, mal em campo, para a entrada de Vitinho.

Com tudo igual no placar, o Flamengo precisava buscar o terceiro gol para decidir a partida em tempo regulamentar e evitar uma disputa de pênaltis. Todavia, apresentou um futebol bem abaixo do esperado no segundo tempo. O Mais Querido tinha dificuldades de manter a posse de bola, o principal diferencial dessa equipe.

Aos 40, Vitinho recebeu de João Gomes e finalizou bonito para ampliar, mas a bola explodiu na trave e foi nas mãos de Weverton. Foi por muito pouco! Flamengo 2×2 Palmeiras.

Nos minutos finais, Ceni partiu para o tudo ou nada e fez mais duas substituições: entraram Pepê e Michael nos lugares de Gerson e Bruno Henrique.

Aos 48, a Maior Torcida do Mundo quase infartou. Gabigol recebeu na direita, bateu fechado e a bola explodiu em Weverton, que salvou em cima da linha. INACREDITÁVEL como esse gol não saiu. Fim de papo na Mané Garrincha. Flamengo 2×2 Palmeiras. A taça foi decidida nas penalidades.

Resultado final: Flamengo (3) 2×2 (3) Palmeiras – a primeira fase das penalidades terminou empatada, então as cobranças foram alternadas. Rodrigo Caio converteu o último pênalti e o Flamengo é CAMPEÃO da Supercopa do Brasil.

 

Publicado em colunadofla.com.