• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Em reunião com autoridades, dirigente do Flamengo defende a volta de público nos estádios

Favorável a volta do público, o Flamengo tem se mostrado bastante ativo na discussão. Neste domingo (20), Cacau Cotta, diretor de relações exteriores do Mais Querido, representou o clube nas reuniões com autoridades para discutir a possível presença dos torcedores nos estádios. No discurso, divulgado pelo próprio Cacau em seu Instagram, o mesmo afirmou que o Maracanã voltando, seria o retorno de um ponto turístico no Rio.

O debate sobre a volta do público nos estádios vem ganhando muita força. Na última sexta-feira (18), a FERJ se reuniu com a Prefeitura do Rio de Janeiro e alguns representantes de clubes, definindo a volta da torcida no dia 04 de outubro, na partida entre Flamengo e Athletico Paranaense. A saber, a decisão acabou gerando polêmica e muita discordância, o que fez com que o governo do Rio adiasse tal retorno.

No último sábado (19), Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, também se mostrou favorável a volta da torcida nos estádios brasileiros. O dirigente, em entrevista coletiva direto de Guayaquil, no Equador, defendeu a postura do Rubro-Negro.

Essa questão é mais para o presidente Rodolfo Landim, mas não vou deixar de dar uma opinião. Acho que a mágica do futebol, de todos os esportes, é o público, é a torcida, é quem vai prestigiar. O grande ator desse processo todo é o público. Vai um pouquinho na contramão da essência do futebol a gente não ter público. Desde que tenha segurança. Tendo segurança, tem que ter público.

Decretado como pandemia no dia 11 de março pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o novo coronavírus fez mais de 135 mil vítimas no Brasil e infectou mais de 4,5 milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde.

Publicado em colunadofla.com.