• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Empresário revela última cartada de Itair para ‘prender’ Arrascaeta ao Cruzeiro em 2019

O meia Giorgian De Arrascaeta se tornou peça-fundamental do Flamengo na era de conquistas vivida pelo clube. No último domingo (11), por exemplo, ele marcou um gol no tempo normal e converteu penalidade, na disputa que rendeu ao Mais Querido a Supercopa do Brasil 2021, sobre o Palmeiras. Em seu ex-clube, o Cruzeiro, o atleta também foi ídolo e protagonista em títulos, com isso, a saída não foi fácil. O empresário André Cury, inclusive, revelou uma das ‘artimanhas’ do time mineiro para tentar mantê-lo.

As conversas do Fla para contratar o craque uruguaio tiveram início nos últimos meses de 2018, quando Rodolfo Landim foi eleito presidente do Flamengo, e Marcos Braz assumiu a frente do futebol. Após exaustivas e tensas reuniões, o Cruzeiro fazia jogo duro para liberar o atleta. Foi aí que Itair Machado, então vice-presidente de futebol do clube, decidiu enviar mensagem a Andre Cury, um dos agentes que participou como intermediário das tratativas.

– Itair (Machado, então dirigente do Cruzeiro) estava irredutível. Ele entendia que a forma como o Flamengo abordou Arrascaeta e o abandono de emprego do jogador naquele momento não era correto. Então ele dizia que não era correto. Chegou a me enviar um texto para eu mostrar a Arrascaeta dizendo que a torcida queria ele, que ele era ídolo e que ia aumentar o salário para ficar -, disse Cury, ao jornal O Dia.

– Eu nunca mostrei para o Arrascaeta porque eu conhecia a situação econômica do Cruzeiro e eu achava que a venda era muito boa para o Cruzeiro. No futebol brasileiro não dá para esperar. Era muito dinheiro. O Cruzeiro também devia dinheiro ao Defensor (clube uruguaio que detém percentual de Arrascaeta), ao Flamengo e à Fifa. Ele disse ‘por favor, mostra isso ao Arrascaeta’, mas o jogador já havia deixado claro que queria o Flamengo – completou na sequência.

 

Com duas temporadas completas no Flamengo e uma apenas no início, Arrascaeta já soma oito títulos pelo clube, além de conquistas individuais, como melhor meia dos Brasileirões 2019 e 2019 (tanto pela CBF quanto pelo Bola de Prata), Seleção da Libertadores 2019 e líder em assistências do Brasileirão 2019. Feliz, focado e realizado no Rubro-Negro, o camisa 14 tem contrato até o fim de 2023, mas já conversa para uma renovação.

Publicado em colunadofla.com.