• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Estudo mostra crescimento significativo de interações nas redes sociais do Flamengo durante pandemia; confira

A pandemia do novo coronavírus obrigou as pessoas a circularem menos e permanecerem mais em casa. Com isso, além do futebol pela TV, uma maneira de torcer pelo clube de coração foi através da interação nas redes sociais. Em tempos “normais”, o Flamengo já é muito forte nas plataformas, porém, um estudo mostra como o Mais Querido cresceu com esse contato direto com o torcedor nesse período de restrição.

Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção

O estudo, elaborado e publicado pela Sports Value e Zeeng, traz a presença digital dos clubes de futebol durante a pandemia. As plataformas avaliadas foram o Twitter, Instagram, Facebook e Youtube. O período de avaliação é trimestral e destaca que entre julho a setembro de 2020, a Fla TV teve cerca de oito milhões em interações. Foi nessa época que os jogos retornaram e no meio da polêmica da MP 984, o Rubro-Negro brigou diretamente com a Globo para transmitir suas partidas.

Outro fator a chamar atenção é que a média total por trimestre em todas as redes, passa de 150 milhões de interações. De julho a setembro foi 167 milhões, de outubro a dezembro foi de 176 milhões e de janeiro a março de 2021, 162 milhões. Destaque para o Instagram, que traz números sempre acima dos cem milhões. Só com o título do Brasileirão, em fevereiro, foram 64 milhões, no mês anterior, foram menos da metade, 30 milhões.

A importância de um título para gerar interações nas redes mostra como foram os números absolutos de fevereiro. O Flamengo teve 81 milhões de interações. Só o post do fim de jogo contra o São Paulo, na última rodada do Brasileirão, quando mesmo perdendo por 2 a 1, contou com uma combinação para ser campeão, houve 1 milhão de engajamento.

CONFIRA OS DADOS DO ESTUDO:

Publicado em colunadofla.com.