• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

#EuAssistoNaFlaTV: Dá pra igualar? Entenda como é medido o IBOPE na televisão

Por: Paula Mattos e Yuri Sobral

Nesta quarta-feira (01), pela primeira vez na história, o canal oficial de um time de futebol, no Youtube, vai ser responsável pela transmissão de uma partida. Depois da Medida Provisória 984/2020, assinada pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, que alterou a Lei Pelé e os direitos de transmissão, o Mais Querido está inovando.

A transmissão da partia entre Flamengo x Boa Vista, válida pela quinta rodada da Taça Rio, terá exibição exclusiva da FlaTV, que espera superar recordes e, literalmente, fazer história. Com uma mega estrutura e 12 câmeras, o Rubro-Negro iniciou o ao vivo duas horas antes do confronto, com todas as informações de pré-jogo. Sendo o único veículo oficial a transmitir o duelo, será que a FlaTV consegue igualar os IBOPE de televisão?

Em relação à Globo, que teve a maior audiência de sua história na transmissão da final da Copa Libertadores, entre Flamengo e River Plate, a emissora marcou 52 pontos na média, com 70% de participação de telespectadores. Isso significa que: 7 em cada 10 que estavam com a TV ligada, assistiram a partida.

Como medir o IBOPE:

Atualmente, o IBOPE faz a medição em 6.060 domicilios, em todo o país, isso significa que cerca de 20 mil pessoas são monitoras por minuto.

As casas participantes são visitadas por analistas da Kantar Ibope Media (que há mais de 50 anos são responsáveis pela auditoria dos dados), recebem os aparelhos de medição e se tornam “painelistas”. Os painelistas assinam um termo de confiabilidade com a pesquisa, para evitar qualquer tipo e divulgação dos dados.

Os “peoplemeters”, aparelho responsável pela medição, identificam o canal, seja ele de TV aberta, fechada, streaming ou vídeo game, e reconhecem o conteúdo por áudio. Os dados são transmitidos por minuto, diretamente para as centrais de analise do Ibope.

Hoje em dia, as medições acontecem nas 15 principais regiões metropolitanas do Brasil: Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Porto Alegre, Vitória, Curitiba, Salvador, Florianópolis, Goiânia, Fortaleza, Recife, Belém e Manaus.

Publicado em colunadofla.com.