• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Ex-Flamengo, Mancuso destaca amor pelo clube e relembra final da Libertadores: “Foi o primeiro gol que gritei depois de me aposentar”

Alejandro Mancuso defendeu o Flamengo nos anos de 1996 e 1997, e teve passagem marcante pelo clube. Nesta semana, em entrevista ao jornalista argentino Emiliano Nunia, o ex-volante relembrou a virada história do Mais Querido sobre o River Plate, na final da Copa Libertadores da América, e revelou que o gol do título foi o primeiro que comemorou desde que se aposentou dos gramados.

Vou ser muito sincero. Desde que me aposentei como jogador de futebol, nunca gritei gol. Nunca mais gritei um gol, porque, quando você deixa de ser jogador de futebol, acabou. Mas posso garantir que o gol do Flamengo, do triunfo contra o River, foi o primeiro gol que gritei depois de me aposentar. E gritei de um jeito louco, até me surpreendi. Como não vou gritar? Estou unido por um sentimento com o Flamengo. Eu estava deslocado, na parte da cozinha da minha casa. O Flamengo empatou e me levou, me pegou… Então, no segundo gol, eu saí correndo, dando voltas pela sala. Estava tremendo -, disse Mancuso, antes de continuar:

– E não foi por ser contra o River, nada a ver. Foi pelo meu amor pelo Flamengo, saiu da minha alma, foi muito emocionante, uma coisa louca. Tenho ainda contato com o Julio Cesar, o goleiro, e, depois, ele me contou que desmaiou na arquibancada. Foi muito forte -, concluiu o argentino.

A impressionante virada do Flamengo sobre o River Plate aconteceu em três minutos. Os argentinos venciam a duelo por 1×0 e já estavam com uma das mãos na taça. Todavia, na raça, o Rubro-Negro lutou até o fim e buscou o resultado. Aos 43 do segundo tempo, a estrela de Gabigol brilhou e o atacante empatou o confronto. Aos 46, depois de um passe incrível de Diego Ribas, Gabigol marcou mais um e garantiu o bicampeonato da Copa Libertadores, recolocando o Mengão no topo da América.

 

Publicado em colunadofla.com.