Ex-técnico da base, Gilmar Popoca abre o jogo sobre saída do Flamengo: “Haviam coisas ocultas”

Ex-técnico da base, Gilmar Popoca abre o jogo sobre saída do Flamengo: “Haviam coisas ocultas”

Gilmar Popoca deixou o cargo de técnico da equipe sub-20 do Flamengo em agosto de 2017, ainda na gestão de Eduardo Bandeira de Mello, mas até hoje não houve uma explicação clara para a demissão inesperada. Em entrevista concedida ao programa “Donos da Bola“, da Rede Bandeirantes, o treinador abriu o jogo sobre a situação e disse ter tido “coisas ocultas” e questões políticas para a decisão da cúpula.

É complicado (falar sobre a saída do Flamengo). Mas até hoje eu não sei qual foi a justa causa, porque eu vinha fazendo um trabalho no Flamengo desde o Sub-13, que foi quando eu comecei lá no clube. Pelo que falam, foi uma questão política, mas foi inesperado. Eu era qualificado, tinha uma formação acadêmica, mas haviam coisas ocultas que até hoje eu não entendi. Foi triste, lamento até hoje, mas faz parte -, afirmou Gilmar.

Venha fazer o seu FlaCard, o cartão rubro-negro, que você pode usar para jogos, ingressos de shows e muito mais, além de TORNAR O MENGÃO MAIS FORTE!

Gilmar Popoca esteve por oito anos trabalhando nas categorias de base do Flamengo. Depois de um bom desempenho no sub-17, o Rubro-Negro puxou o treinador para o comando da equipe sub-20, que ficou vago após a ida de Zé Ricardo para os profissionais. Na categoria, Popoca foi vice-campeão da Copa do Brasil em junho de 2017, quando perdeu para o Atlético-MG nos pênaltis.

ASSISTA AO PROGRAMA NA ÍNTEGRA:

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.