Flamengo  RJ
menu
search

Falta de conhecimento tático às ausências em treinos: veja motivos que pesaram na demissão de Renato

29 de novembro de 2021 às 21:24h
Falta de conhecimento tático às ausências em treinos: veja motivos que pesaram na demissão de Renato

Comandante deixou o cargo no Flamengo sem vencer nenhuma das três competições que disputou

Nesta segunda-feira (29), o Flamengo anunciou a saída do técnico Renato Gaúcho. Após perder a final da Libertadores para o Palmeiras, o comandante que havia afirmado que “com 200 milhões seria fácil”, deixou o Rubro-Negro sem nenhum título conquistado e sem apresentar um bom trabalho. Em meio a isso, a demissão do profissional escancarou vários comportamentos do treinador no dia a dia que desagradavam aos jogadores e funcionários no Ninho do Urubu.

Segundo informações do portal “GE”, várias atitudes do técnico que eram normais no antigo clube, incomodavam a todos no Mengo, mesmo com as vitórias. Um dos exemplos era quando o elenco titular recebia folga após um duelo e o comandante não aparecia no CT. No entanto, foi antes do confronto final pela Libertadores que Renato causou uma irritação maior. Isso porque, depois do jogo contra o Grêmio, pelo Brasileirão, o treinador não compareceu no trabalho do time principal quatro dias antes da decisão continental. 

Além do fato de Renato “se dar uma folga” em algumas ocasiões, a falta de conhecimento tático e aprofundamento em questões mais detalhadas em relação ao jogo, não eram bem vistas pela maioria do grupo de jogadores. Nos treinos, a maior parte das atividades consistiam em pequenos duelos de nove contra nove ou oito contra oito. A publicação ainda divulgou que um atleta disse: “A gente consegue resolver jogos pela qualidade do time, mas tem momentos em que a gente precisa de um técnico indicando caminhos”.

Restando quatro partidas para o encerramento da temporada 2021, o Flamengo deve finalizar o ano sem conquistar nenhum dos principais títulos. Mesmo possuindo um dos elencos mais caros da América do Sul, o clube não conseguiu apresentar um futebol condizente com a qualidade dos jogadores – e acabou piorando nas mãos de Renato Gaúcho. Resta ao Rubro-Negro, agora, iniciar o planejamento para 2022, e tudo começa pela escolha do novo técnico.

Antes disso, no entanto, o Mais Querido entra em campo pelo Brasileirão, nesta terça-feira (30). O auxiliar permanente do clube, Maurício Souza, comandará o Fla de forma interina no duelo diante do Ceará. Válido pela 36ª rodada da competição nacional, a bola vai rolar a partir das 20h (horário de Brasília), no Maracanã. Como de costume, o Coluna do Fla traz todas as emoções do confronto na voz de Rafa Penido, ao vivo, via YouTube.

Publicado em colunadofla.com