• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Filipe Luís revela que Dorival Junior teve interferência que mudou os rumos de sua carreira

O Flamengo realizou oito contratações de peso na temporada de 2019, sendo Filipe Luís a última delas. Apesar de ter pouco tempo de casa, o atleta já caiu nas graças da torcida rubro-negra, principalmente pela qualidade técnica. O atleta, aliás, revelou que atuava como meia armador, o tradicional “camisa 10”. Porém, Dorival Júnior, experiente treinador, com passagens pelo Fla, foi fundamental para a mudança de posicionamento.

Venha fazer o seu FlaCard, o cartão rubro-negro, que você pode usar para jogos, ingressos de shows e muito mais, além de TORNAR O MENGÃO MAIS FORTE!

Em entrevista concedida ao canal Zico 10, do maior ídolo da história rubro-negra, Filipe Luís relembrou o início de sua trajetória, quando defendia o Figueirense. À época, para inseri-lo na equipe principal, Dorival sugeriu ao jogador que ele passasse a atuar pela lateral, por conta da escassez de atletas na posição. Desde então, foi por ali que Filipe cresceu e se tornou um dos melhores do mundo como defensor.

– Minha categoria de base foi toda como meia, camisa 10. Então, eu sabia jogar como meia. Quando fui para o profissional, com o Dorival Júnior, ele me falou: “Felipe, não tem laterais no futebol mundial, ali você pode ser um cara diferente”. Eu respondi: “Eu quero jogar, seja onde for, até de zagueiro eu vou -, contou o camisa 16 do Flamengo.

Apesar de sequer ter completado cinco meses no Rubro-Negro, Filipe Luís pode entrar para a história do clube em breve. Isso porque, no Campeonato Brasileiro, o Fla está ‘com uma mão na taça’, tendo dez pontos de vantagem na liderança, restando apenas seis jogos na competição. Além disso, a equipe está também na final da Libertadores, que será decidida em jogo único, contra o River Plate, no dia 23 de novembro.

Publicado em colunadofla.com.