• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo amassa o Palmeiras, sobe na tabela e volta com tudo à briga pelo título

Por: Paula Mattos

Flamengo e Palmeiras entraram em campo na noite desta quinta-feira (21), em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida foi disputada no estádio Mané Garrincha, às 19h (horário de Brasília), e o Mais Querido buscava uma vitória para se manter vivo na briga pelo título nacional.

Para o duelo, Rogério Ceni escolheu a seguinte equipe titular: Hugo, Isla, Rodrigo Caio, Arão e Filipe Luís; Gerson, Diego, Everton Ribeiro e Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol.

O JOGO:

O duelo começou muito truncado, com as duas equipes buscando o jogo, mas foi o Palmeiras quem teve a primeira grande chance de gol, logo aos dois minutos. Com uma transição muito rápida, o Alviverde saiu com Willian na cara do gol, mas o atacante desperdiçou a oportunidade.

Na resposta, o Flamengo também teve uma ótima oportunidade. Isla tentou cruzar, a bola desviou e sobrou para Arrascaeta, que deu uma bicicleta, mas parou na defesa de Weverton.

Aos 11, o Mengo voltou a ter uma grande chance. Após boa troca de passes, Everton Ribeiro deixou Gabigol na cara do gol, mas o atacante optou por tentar o passe ao invés de finalizar, desperdiçando a oportunidade. Já no lance seguinte, Gabi perdeu mais uma. Após jogada trabalhada, Gerson tentou finalizar, mas parou na defesa de Weverton. No rebote, Gabriel Barbosa finalizou, mas mandou para longe.

Nos primeiros 20 minutos disputados, o Flamengo envolvia o Palmeiras, principalmente no meio de campo, e ditava o ritmo de jogo. Aos 28, mais uma boa chance do Rubro-Negro, com Everton Ribeiro.

Com domínio da partida, o Mais Querido teve sua primeira baixa aos 33. Isso porque, o xerife da zaga, Rodrigo Caio, se lesionou e precisou ser substituído por Gustavo Henrique.

Aos 36, boa chance para o Flamengo. Gabigol sofreu falta na entrada da área, mas, como de costume, o Mengo perdeu. Everton Ribeiro cobrou muito mal e não conseguiu nada para o clube da Gávea. Com intensidade, o Flamengo não saía do ataque e teve mais uma boa oportunidade de abrir o marcador. Arrascaeta cruzou rasteiro, a defesa do Palmeiras tirou e, na sobra, Ribeiro bateu direto pro gol, mas a bola parou na zaga.

Na resposta, o Alviverde, sumido na partida, ameaçou. Com bom contra-ataque, Danilo conduziu e teve espaço para chutar, mas a bola desviou em Willian Arão e foi para fora. Aos 44, GOL DO FLAMENGO! Gabigol ganhou a jogada e deixou para Everton Ribeiro, que conduziu e bateu. Na sobra, Bruno Henrique serviu Arrascaeta. O uruguaio mais amado do Brasil tocou por baixo das pernas de Weverton e, após uma trapalhada da zaga do Palmeiras, a bola bateu em Luan e entrou. Flamengo 1 x 0 Palmeiras.

Ao fim dos 45 minutos iniciais, excelente tempo do Flamengo, que registrou 68% de posse de bola, trocou 274 passes, teve oito finalizaçõoes e protagonizou a melhor primeira etapa da ‘era Ceni’. Destaque para o retorno da marcação alta, que vai funcionando bem. E, em tempo: grande jogo do maestro Giorgian de Arrascaeta.

Para o segundo tempo, as equipes voltaram sem alterações. Em um jogo bem jogado, a primeira grande chance da etapa final foi do Palmeiras. Raphael Veiga conseguiu boa jogada e deu para Gabriel Menino que, da marca do pênalti, perdeu chutou para fora.

Aos 11 minutos, Bruno Henrique foi punido com o cartão amarelo. Por estar pendurado, desfalca o Mais Querido na partida contra o Athletico-PR. No lance seguinte, Gabigol teve uma excelente oportunidade de ampliar o marcador. O atacante saiu na cara do gol e chutou cruzado, mas parou na defesa de Weverton.

Para o segundo tempo, o Palmeiras ajustou alguns pontos e melhorou no jogo, conseguindo levar mais perigo ao Mais Querido. Aos 15, boa chance do Alviverde: Zé Rafael conseguiu um passe para Willian, mas Hugo saiu e ficou com a bola. Segue tudo igual no placar. Flamengo 1×0 Palmeiras.

Aos 17 minutos, após bom início de tempo do Palmeiras, Rogério Ceni resolveu fazer mais uma substituição. O treinador tirou o Arrascaeta, um dos melhores em campo, para a entrada de João Gomes.

O Palmeiras, que cresceu na partida, apertava o Flamengo e buscava o gol de empate. Aos 27 minutos, o Mais Querido perdeu uma chance incrível com Gustavo Henrique, que quase ampliou o placar. Após falta sofrida por Gerson, Filipe Luís cobrou na medida para o zagueiro, sozinho, cabecear. Ele escolheu o canto certo, mas tirou demais do goleiro Weverton e mandou para fora.

Após boa chance do Alviverde, substituição tripla no Flamengo e estranhas escolhas de Ceni, considerando a importância do jogo. Pepê, Vitinho e Pedro entraram nos lugares de Diego, Gerson e Gabigol, respectivamente.

Com as substituições, o Flamengo, que havia se perdido um pouco, se reencontrou na partida e voltou a pressionar o Palmeiras, dominando o confronto e ditando o ritmo das ações. Aos 35 minutos, grande chance de Bruno Henrique. Flamengo voltou a encaixar a marcação pressão e, após erro de Gustavo Scarpa, o Rei da América mandou uma bomba rumo à meta do Palmeiras, mas o Weverton foi salvar.

No lance seguinte, GOL DO FLAMENGO! Após cobrança de escanteio de Vitinho, Gustavo Henrique cabeceou e Pedro escorou a bola para Pepê, que mandou uma bomba e estufou as redes de Weverton. Flamengo 2×0 Palmeiras.

Com o resultado, o Flamengo, que amassou o Palmeiras no confronto, subiu de posição na tabela e se manteve vivo na briga pelo título nacional. Após boa atuação nos 90 minutos, o Mais Querido foi coroado com a vitória e fechou o marcador em 2×0. Fim de papo no Mané Garrincha.

 

Publicado em colunadofla.com.