• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo e Adidas iniciam conversas para renovação de contrato

Flamengo e Adidas iniciaram a parceria no ano de 2013, ainda na gestão de Eduardo Bandeira de Mello. O vínculo se entende por dez anos, ou seja, é válido até abril de 2023. No entanto, de acordo com o contrato, as partes precisam chegar a um novo acordo até 2022. Internamente, o Rubro-Negro e a empresa de material esportivo já conversam para uma renovação.

A informação foi noticiada em primeira mão por Luiz Eduardo Baptista, vice-presidente de Relações Externas. Segundo o dirigente, as conversas para o novo acordo já foram iniciadas e devem ter novos capítulos ao longo da temporada de 2021, visto que a decisão precisa sair no prazo de um ano. Internamente, o Fla vê com bons olhos

– Eu acho que a Adidas é um parceiro espetacular para o Flamengo. Nós somos muito gratos a Adidas por terem acreditado no Flamengo. Algumas conversas já começaram. O Gustavo Oliveira já comentou comigo de algumas conversas. Nós estamos em um processo interno para decidir o que a gente quer para o Flamengo. Pelo contrato com a Adidas, a gente precisa resolver o que fazer em Abril de 2022, ou seja, um ano antes do contrato vencer. Então, pode ter certeza que ao longo deste ano as conversas serão mais acaloradas para fazemos um contrato muito bom – em entrevista ao canal Venê Casagrande

Vale relembrar que, de acordo ao contrato inicial da parceria, nos cinco primeiros anos (2013-2018), o valor anual chegaria a R$ 35,6 milhões. Enquanto isso, do sexto ao décimo ano (2019-2023), o valor ultrapassa os R$ 40 milhões anuais. Os valores sofreram alteração dependendo do sucesso da venda de produtos oficiais do Flamengo.

Além disso, o contrato inicial prevê uma bonificação a cada título conquistado. De 2013 para cá, o Rubro-Negro foi campeão do Carioca (4x), campeão da Copa do Brasil, campeão do Brasileirão (2x) e campeão da Libertadores. Ou seja, com os oito troféus erguidos, o Mais Querido arrecadou R$ 6 milhões. Sem contar as novas competições: Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana.

Publicado em colunadofla.com.