Flamengo é derrotado pelo Atlético-MG com um jogador a mais e perde chance de subir na tabela do Brasileiro

Flamengo é derrotado pelo Atlético-MG com um jogador a mais e perde chance de subir na tabela do Brasileiro

Atlético-MG e Flamengo se enfrentaram na noite deste sábado (18), na Arena Independência, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Mesmo com um jogador a mais durante toda a segunda etapa, o Rubro-Negro não conseguiu passar pelo adversário e acabou derrotado, pelo placar de 2 a 1.

Com o resultado, o clube da Gávea permaneceu na sétima colocação, mas pode ser ultrapassado por Bahia, Internacional e Goiás, que ainda jogam na rodada. No próximo domingo, os comandados de Abel Braga encaram o Athletico Paranaense.

O JOGO

A partida começou eletrizante para o Flamengo que, mesmo jogando fora de casa, levava perigo ao gol do Atlético-MG. Com mais posse de bola e pressionando desde o início, a equipe carica teve grande chance aos 16 minutos. Renê descolou ótimo lançamento para Bruno Henrique, que invadiu a área com liberdade e chutou cruzado, para a boa defesa do goleiro Victor.

O Atlético respondeu aos 25, com Ricardo Oliveira. Em cruzamento na direita, o centroavante se antecipou à zaga rubro-negra e desviou próximo da pequena área. Bem posicionado, Diego Alves conseguiu realizar a defesa e evitar o primeiro gol do time da casa.

Com as duas equipes procurando o ataque, o Fla teve um apagão geral em sua defesa e pagou caro. Aos 27, Diego Alves saiu jogando mal com Renê, que que tocou para Rodrigo Caio. O zagueiro foi desarmado, e Cazares aproveitou, driblou dois marcadores e empurrou a bola para o fundo da rede, abrindo o placar no Horto.

Melhor na partida, a equipe da Gávea conseguiu o empate três minutos depois. Willian Arão tocou na esquerda para Bruno Henrique, que passou pelo lateral Guga, invadiu a área e chutou cruzado, não dando chance de defesa ao goleiro do Atlético.

O Galo ainda teve Elias expulso ao fim do primeiro tempo, com o auxílio do árbitro de vídeo. O volante chegou atrasado na jogada e deu forte entrada no tornozelo de Renê.

Apesar de estar com um jogador a mais, o Rubro-Negro novamente ficou atrás do placar logo no início da etapa complementar. Em nova bobeada da defesa após bola aérea, Chará pegou de primeira, mesmo sem ângulo, e conseguiu marcar um golaço, colocando mais uma vez o Atlético na frente.

Com superioridade numérica em campo, Abel Braga promoveu duas mudanças ousadas na partida: Vitinho e Lincoln entraram nas vagas de Léo Duarte e De Arrascaeta, respectivamente. Com isso, Cuéllar passou a atuar na zaga, ao lado de Rodrigo Caio.

O Fla pressionava, mas encontrava dificuldades em penetrar na defesa adversária. A tática encontrava pela equipe foi alçar a bola na área para a chegada de um dos atacantes.

Aos 27, o Rubro-Negro teve grande chance de deixar tudo igual no Independência. Vitinho cruzou na área, e Lincoln, sozinho na pequena área, desviou por cima do gol, perdendo ótima oportunidade para a equipe de Abel Braga.

A equipe carioca ainda teve ótimas chances de empatar a partida a partir dos 30 minutos, mas pecava nas finalizações e acabou superado na Arena Independência. É a segunda derrota do Flamengo no Campeonato Brasileiro, que estaciona na sétima colocação e pode ser ultrapassado na tabela.

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.