A derrota por 2 a 1 para o São Paulo, na quinta-feira, obrigou o elenco rubro-negro a "secar" o Internacional, rival direto pelo título, que jogava contra o Corinthians, no Beira Rio. Em posse de celulares e mini-telas, os jogadores acompanharam o final do empate em 0 a 0 entre gaúchos e paulistas, o que garantiu o bicampeonato ao Flamengo, a segunda equipe na história dos pontos corridos a conquistar o torneio com uma derrota.

Esse cenário só havia ocorrido com o Corinthians, em 2005, e justamente em disputa contra o Internacional. Em campeonato marcado pelo escândalo da "máfia do apito", que promoveu novas disputas de 11 partidas, o título só foi definido na 42ª e última rodada. O timão de Tévez, Mascherano e Nilmar perdeu a derradeira partida contra o Goiás, no Serra Dourada, por 3 a 2, mas ficou com a taça após o Colorado, único concorrente direto pelo título, perder para o Coritiba em casa.

Relembre outras equipes que não precisaram coroar a conquista com uma vitória nos pontos corridos:

São Paulo (2006)

São Paulo 1x1 Athletico

O tricolor conquistou o primeiro título de seu tricampeonato com um empate. Fabão abriu o o placar para os paulistas contra o Athletico, que empatou com Cristian. O 1 a 1 na 36ª rodada garantiu a conquista à equipe capitaneada por Rogério Ceni, já que o Internacional, novamente postulante ao título, perdeu para o Paraná Clube, e não poderia mais alcançar os paulistas. O próprio Ceni explicou à imprensa que os jogadores do São Paulo esperaram o fim da partida do Colorado para comemorar o título.

 

Corinthians (2011)

Corinthians 0x0 Palmeiras

Naquele ano, Corinthians e Vasco disputaram o campeonato ponto a ponto. As duas equipes foram à rodada final com chances de ser campeãs, mas o timão era líder, com dois pontos de vantagem. Naquele ano, os clássicos foram marcados para a última rodada, e os postulantes ao título teriam pela frente os rivais Palmeiras e Flamengo. No fim, ambas as partidas terminaram em 0 a 0, e o Corinthians de Liédson e Adriano ficou com o título.

 

Corinthians (2015)

Vasco 1x1 Corinthians

Novamente, cariocas e paulistas se encontraram na disputa pelo título, mas apenas o timão era postulante à taça naquela oportunidade. Em São Januário, uma vitória daria o hexacampeonato brasileiro ao Corinthians já 35ª rodada. Mas a derrota do concorrente Atlético-MG por 4 a 2 para o São Paulo fez com que bastasse apenas um empate. O Corinthians conseguiu: Vágner Love empatou a partida aos 36 do segundo tempo e garantiu a conquista.

 

Flamengo (2019)

Não precisou entrar em campo

O rubro-negro também não precisou vencer para confirmar o título da temporada passada. Na verdade, não precisou nem entrar em campo. Menos de um dia após sagrar-se campeã da Copa Libertadores, em Lima, a equipe recebeu a confirmação do título brasileiro: o Palmeiras perdeu por 2 a 1 para o Grêmio, pela 34ª rodada, e já não poderia alcançar o rubro-negro de Jorge Jesus, impulsionado por campanha avassaladora.