• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo e Racing se encontram pela primeira vez Libertadores

O Flamengo é o atual campeão da Libertadores da América e, na edição 2020, fechou a fase de grupos da competição em terceiro lugar geral. Na tarde desta sexta-feira (23), o Fla conheceu seu adversário nas oitavas de final e, com a vantagem de decidir jogando em casa, o Mais Querido encara o Racing, da Argentina. Desse modo, as equipes se enfrentam pela primeira vez na história do campeonato sul-americano.

Isso porque, apesar de terem um retrospecto equilibrado com 13 confrontos, cinco vitórias para cada lado e apenas três empates, os clubes nunca se encararam no torneio intercontinental. Até então, Flamengo e Rancing só duelaram em jogos amistosos ou pela ‘Supercopa’ dos Campeões da Libertadores, um confronto que também era conhecido como Supercopa Sul-Americana, e que reunia os campeões da própria Liberta.

CONFIRA CONFRONTOS:

Flamengo 2 x 1 Racing (Taça Desafio 50 anos Petrobrás – 2003)
Flamengo 0 x 1 Racing (Super Copa dos Campeões da Libertadores – 1992)
Flamengo 3 x 3 Racing (Super Copa dos Campeões da Libertadores – 1992)
Flamengo 2 x 3 Racing (Amistoso Internacional – 1969)
Flamengo 3 x 2 Racing (Torneiro Internacional de Marrocos – 1968)
Flamengo 0 x 2 Racing (Troféu Teresa Herrera – 1968)
Flamengo 1 x 2 Racing (Amistoso Internacional – 1968)
Flamengo 2 x 0 Racing (Torneio Internacional de Santiago – 1964)
Flamengo 2 x 0 Racing (Amistoso Internacional – 1958)
Flamengo 3 x 3 Racing (Amistoso Internacional – 1958)
Flamengo 1 x 4 Racing (Amistoso Internacional – 1958)
Flamengo 2 x 1 Racing (Torneio Internacional do Rio – 1955)
Flamengo 1 x 1 Racing (Torneio Internacional do Rio – 1953)

Enquanto o Flamengo avançou para as oitavas de final como líder do Grupo A, o Racing terminou a fase de grupos com 83% de aproveitamento e na vice-liderança do Grupo F. O confronto entre as equipes, todavia, ainda não têm data definida. O que se sabe é que o jogo de ida está previsto para acontecer entre os dias 24 e 26 de novembro, enquanto o duelo de volta  entre 01 e 03 de dezembro.

Já sobre o fator ‘mando de campo’, é de conhecimento que o Mais Querido terá o poder de decidir o duelo em casa, no Maracanã, uma vez que terminou a fase de grupos em uma melhor colocação. Assim sendo, o compromisso de ida fica sob o comando do clube argentino, no Estádio Presidente Perón.

Publicado em colunadofla.com.