• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Flamengo tem alto aproveitamento no Mané Garrincha; última derrota foi em 2016

Palco da final da Supercopa do Brasil, o Mané Garrincha, em Brasília, carrega uma relação com o Flamengo desde a sua inauguração em 1974. De lá para cá, foram nada menos que 63 partidas, com apenas seis derrotas e um aproveitamento superior a 66%. Após ser reformado em 2013 para a Copa do Mundo, o estádio virou a “segunda casa” do Mais Querido com 29 jogos disputados. A última derrota foi há cinco anos, em 2016.

Desde então, foram 13 partidas com 10 vitórias, três empates e aproveitamento de 84%. Vale lembrar que o primeiro título da Supercopa foi no estádio, em 2020, na decisão contra o Athletico-PR. O rival do Rio, o Vasco, é a equipe que o Fla mais enfrentou no local. Foram seis clássicos com quatro empates e duas vitórias. Em segundo, está o Grêmio, com três.

O Flamengo também guarda além da conquista da Supercopa em 2020, outros jogos marcantes no Mané Garrincha. Em 2013, fazendo sua primeira partida após a reforma, enfrentou o Santos, no empate sem gols. O duelo, que contou com mais de 60 mil flamenguistas, marcou a estreia de Gabigol na equipe profissional paulista e também a despedida de Neymar.

Sem o Maracanã por conta das Olímpiadas em 2016, o estádio de Brasília foi o palco para a estreia de Diego Ribas, a principal contratação da temporada e sonho antigo do Mengo. O então camisa 35 debutou com gol e vitória diante do Grêmio. A partida foi pela 21ª rodada do Brasileirão.

Em 2019, no “ano mágico”, o Mais Querido goleou o Vasco por 4 a 1 em jogo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Bruno Henrique, o nome do jogo, Gabigol duas vezes e Arrascaeta, foram os marcadores da noite. Ainda teve as duas penalidades defendidas por Diego Alves.

Apesar do último revés ter sido justamente para o adversário deste domingo (11), a última exibição em Brasília coincidentemente foi contra o Palmeiras. O jogo marca o início da arrancada do Flamengo comandado por Rogério Ceni rumo a conquista do bicampeonato brasileiro em 2020, o oitavo da sua história. Com gol contra de Luan e do cria do Ninho, Pepê, o Mais Querido venceu por 2 a 0.

NÚMEROS DO FLAMENGO NO MANÉ GARRINCHA:

Antes da reforma para Copa do Mundo (1976-2010):
​- 34 jogos
– 21 vitórias
– 10 empates
– 3 derrotas
– 71,5% de aproveitamento

Depois da reforma para Copa do Mundo (2013-2021):
– 29 jogos
– 13 vitórias
– 13 empates
– 3 derrotas
– 60% de aproveitamento

Publicado em colunadofla.com.