Flamengo tem os três maiores ladrões de bola do Carioca; Cuéllar apresenta melhor média

Flamengo tem os três maiores ladrões de bola do Carioca; Cuéllar apresenta melhor média

Por: Higor Neves

O Campeonato Carioca chega em sua reta final, e o favoritismo apontado para o Flamengo no início do ano tem chances consideráveis de se confirmar. Isso porque, com apenas mais um jogo pela frente, o Rubro-Negro pode até perder para o Vasco por 1 a 0, que continuará trazendo a Taça para a Gávea. Em quesitos individuais, os atletas do Fla também são protagonistas. Nas roubadas de bola, por exemplo, os três líderes do ranking são do clube da Gávea.

Tendo os desarmes como sua principal característica, o volante Gustavo Cuéllar é quem tem a melhor média na competição. Atuando em nove partidas, ele tomou a posse por 30 vezes, o que indica uma quantidade de 3,3 por partida. Apesar disso, no ranking total, Renê é quem lidera, realizando o fundamento por 36 vezes em 12 partidas – média de três por jogo.

Para completar o pódio, quem aparece é Willian Arão, volante criticado por boa parte da torcida rubro-negra, mas que é tratado por Abel Braga como peça fundamental para o funcionamento da equipe. Ao todo, ele desarmou adversários por 27 vezes ao longo de 11 partidas (média de 2,5).

Depois do Top 3 ser composto apenas por jogadores do Flamengo, Danilo Barcelos e Marrony, ambos do Vasco, aparecem na lista, ambos com 26 desarmes. Sendo assim contando que nenhum dos dois faça 11 desarmes na final do próximo domingo (21), é certo que um atleta do Fla terminará a competição como maior ladrão de bolas.

*Todos os dados estatísticos foram retirados do Footstats.