Flamengo terá três mudanças no setor defensivo para encarar o CSA

Flamengo terá três mudanças no setor defensivo para encarar o CSA

O Flamengo se prepara para o último confronto antes da pausa para a Copa América. O duelo será ante o CSA, e a tendência é que o Rubro-Negro use aquilo que tem de melhor no confronto. Porém, é certo que, se baseando nas escalações que o interino Marcelo Salles levou a campo nos três jogos em que esteve no comando da equipe, o setor defensivo sofrerá grandes alterações.

As mudanças não serão por questões técnicas, mas sim porque três atletas não poderão jogar. Começando pela posição de goleiro, Diego Alves não poderá jogar por conta de edema, problema que foi constatado na manhã desta terça-feira (11). Léo Duarte, apesar de não ter edema, também sentiu dores e foi cortado por questões físicas. Por fim, o lateral Pará será outra baixa, no entanto, essa já era conhecida desde o clássico contra o Fluminense, uma vez que o camisa 21 recebeu seu terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão automática.

Sem tais opções, um que tem vaga garantida é o goleiro César. Na lateral direita, a tendência é que Rodinei entre como titular. Porém, há também o jovem João Lucas – recém contratado pelo Flamengo – como opção. Na posição de zagueiro, a disputa está entre Thuler e Rhodolfo.

O JOGO

A partida é de fundamental importância para o Flamengo se manter próximo do bloco de cima do Brasileirão. Com o empate na última rodada, o Rubro-Negro viu o Palmeiras abrir cinco pontos de vantagem na liderança do campeonato, e agora precisa de um triunfo para não dar mais folga aos rivais que estão acima. Enquanto isso, ocupando a 19ª colocação, o CSA sonha com um resultado positivo para, quem sabe, sair da zona de rebaixamento. A bola rola para o duelo às 21h30 desta quarta-feira (12), no estádio Mané Garrincha.