• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Futebol sem espírito e sem força: caminho da torcida única é, no mínimo, triste

​A possibilidade de um confronto entre torcedores de ​Palmeiras e ​Flamengo fez com que o jogo entre os dois times, no final de semana passado, no Allianz Parque, fosse realizado apenas com fãs do time paulista. Agora, para a partida entre ​Cruzeiro e Palmeiras, neste domingo, no Mineirão, o próprio Ministério Público de Minas Gerais marcou posição no sentido de também se fazer o duelo somente com integrantes da torcida da equipe local, pelo alto risco que envolve o confronto. Pois este é um reflexo de uma sociedade que não se respeita.

FBL-LIBERTADORES-GODOYCRUZ-PALMEIRAS

O futebol ao longo da história, foi sinônimo de alegria, de confraternização, de família. Foi um lugar no qual as pessoas encontravam refúgio para deixar de lado um pouco o cotidiano e ter momentos de prazer. Em nenhum momento a rivalidade perdeu para a barbárie. E agora parece que está perdendo. Onde já se viu não se poder disponibilizar um jogo para que ambos os lados possam, simplesmente, torcer? Não chego ao ponto de dizer que o espírito do futebol no Brasil morreu, mas se continuarmos caminhando neste rumo, ele irá morrer sem dúvida alguma.

Flamengo v Independiente - Copa Sudamericana 2017 Final

Um clube pedir um jogo com torcida única, até admito, afinal, talvez este seja o desejo de seus seguidores, de não ver ninguém com a camisa rival em seu estádio. E, sendo assim, a direção estaria fazendo o que a torcida, na teoria, quer. Mas as autoridades não podem dar o braço a torcer. É muito fácil "abrir mão" de sua responsabilidade e pedir algo mais "fácil" de controlar. Tem que partir da polícia, do MP e do próprio governo a posição de não abrir espaço para a barbárie. O futebol merece isso. Os torcedores de bem merecem isso. Menos fraquezas, mais punição aos baderneiros. É assim que ter que ser. Ou melhor: é assim que deveria ser.

Publicado em www.90min.com.