A notícia de uma possível negociação do Barcelona pelo meia Gerson, veiculada pelo programa de rádio e TV espanhol "El Chiringuito de Jugones" nesta segunda-feira provocou apreensão entre os torcedores do Flamengo. A conversa, que não passou de uma sondagem de uma pessoa ligada ao clube blaugrana, sem qualquer formalização, não evoluiu, mas o interesse mostra a crescente valorização do meia no mercado.

LDU x Flamengo:onde assistir ao vivo, horário e escalações

Dono de grandes atuações nas últimas duas temporadas, o meia é peça-chave no elenco de Rogério Ceni, e se consolidou como um dos principais nomes do futebol brasileiro. Representado pelo pai, Marcão, e pelo pai de Neymar, o volante tem contrato até o fim de 2023, mas o Flamengo já vê necessidade de valorização contratual do atleta.

 

Em entrevista ao podcast "GE Flamengo" no fim de abril, o vice-presidente de futebol rubro-negro falou sobre renovações de contrato pendentes no elenco e rasgou elogios a Gerson.

— A gente tem o Filipe Luís e o Diego Alves com contrato acabando no final do ano. Temos um Arrascaeta, que todos nós somos conhecedores  e  entendemos que requer uma análise um pouquinho melhor em função do que ele tem a receber do clube. E tem o Gerson, que é importante pra gente pelo tamanho dele no elenco. Todos são importantes, mas o Gerson é um dos "tops". Isso tudo não está deixado de lado — explicou.

Leia mais:Gabigol segue à frente de Pedro enquanto dupla não dá liga

Na época em que atuava pelo Fluminense, Gerson já havia passado pelo radar do Barcelona, que acertou uma prioridade de compra com o tricolor antes que ele se transferisse à Roma, da Itália. Na Europa, o meia chegou a atuar pela Fiorentina antes de retornar para o futebol brasileiro. Aos 23 anos, ele mira a seleção brasileira.

— Não tem sentido irmos para o mercado antes de fazer ajustes que a gente mesmo tem consciência, como o do Gerson — garantiu Braz.