Gerson se diz ‘torcedor doente’ do Flamengo e relembra frustração após ter deixado a base do clube

Gerson se diz ‘torcedor doente’ do Flamengo e relembra frustração após ter deixado a base do clube

O Flamengo apresentou oficialmente os reforços Pablo Marí e Gerson na noite desta sexta-feira (19). Os dois jogadores se tornam boas opções no elenco badalado comandado por Jorge Jesus. Durante a coletiva, o novo volante do clube, que usará a camisa 15, se revelou torcedor fanático do Rubro-Negro, relembrando a triste eliminação da equipe na Libertadores de 2008.

A lembrança que tenho foi quando o Flamengo foi eliminado pelo América do México, que o Cabañas eliminou a gente, eu chorava. Sempre fui torcedor doente e essa é a lembrança que tenho na minha memória até hoje. Agora estou vestindo a camisa para mudar isso -, declarou Gerson.

O novo jogador da equipe carioca ainda relembrou o convite para realizar um teste no Flamengo, quando era criança. A aprovação foi imediata, mas o jovem de apenas 7 anos à época não pôde permanecer nas categorias de base do clube por conta dos problemas financeiros vividos na família. Hoje, aos 22 anos de idade, não esconde a felicidade com o desfecho positivo.

Não via a hora de assinar o contrato. Foi realmente um momento que não tínhamos condições e fiquei triste de sair do Flamengo por conta de dinheiro. Agora passou, Deus abençoou e hoje estou realizando o meu sonho. Agradeço muito ao Bruno (Spindel, diretor executivo) e ao Marcos (Braz, vice de futebol) por me ajudarem nisso -, revelou.

Gerson se junta a Diego Ribas como opção no meio de campo da equipe comandada por Jorge Jesus. O treinador, inclusive, foi quem deu o aval para a contratação do jogador. No Fluminense, o volante chegou a desempenhar a função de ponta, mas foi na Itália onde passou a ter maior versatilidade em campo, se comprometendo mais com a marcação. O atleta já foi registrado no BID e, com isso, fica à disposição do técnico português para estrear.