• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Grupo político emite nota e detona contrato do Flamengo com a Havan

Nesta segunda-feira (10), o Flamengo fechou mais um contrato de patrocínio. Desta vez, com a Havan, que vai estampar sua marca nas mangas do uniforme. Após a divulgação do acordo, o grupo político “Flamengo da Gente”, oposição à diretoria, emitiu uma nota contrária ao novo parceiro do Mais Querido.

CONFIRA O COMUNICADO NA ÍNTEGRA:

“O Flamengo da Gente lamenta a decisão da diretoria de associar a imagem do clube à uma empresa de um dos maiores fiadores e incentivadores de um governo responsável pela morte de centenas de milhares de brasileiros. Não é justificável o Flamengo aceitar levar na camisa uma marca que incentiva o negacionismo em relação à principal crise sanitária das últimas décadas.

A Havan é muito mais do que uma empresa catarinense de varejo. Seu dono se orgulha de ser um braço avançado de um projeto político de extrema-direita, com ônus e bônus de seu posicionamento público. Há, por certo, questões econômicas e mercadológicas a serem ponderadas em qualquer cenário e a esse debate ninguém deve se furtar. Mas não há como tapar o sol com a peneira: a Havan carrega Bolsonaro em sua garupa e a história julgará quem fez questão de ser sócio desse projeto político.

Houve um tempo em que todos os brasileiros se orgulhavam da camisa da Seleção Brasileira. Hoje, infelizmente, a camisa da CBF virou símbolo de ideologia reacionária e ampla parte dos brasileiros não se sente mais à vontade em envergá-la. Não podemos permitir que o Manto Sagrado enverede pelo mesmo caminho.”

Publicado em colunadofla.com.