• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Inter quer diminuir percentual na venda de Gabigol e dificulta acerto com o Flamengo, revela Mauro Cezar

O Flamengo já se acertou com Gabigol e espera definir a negociação com a Inter de Milão para concretizar a permanência do atacante no elenco. Os italianos, no entanto, fazem jogo duro e pretendem mudar os termos do negócio, que havia sido firmado ainda no ano passado. Em seu blog, o jornalista Mauro Cezar Pereira, detalhou a situação.

Mauro explicou que a Inter pretende reduzir o seu percentual na venda de Gabriel ao Fla. Antes, o acordo entre as partes previa a compra de 80% dos direitos por cerca € 16 milhões, algo em torno de R$ 74,6 milhões. Com a possível alteração, a equipe italiana embolsaria mais euros, obviamente.

A intenção do clube de Milão é ficar com o menor percentual possível sobre o atacante, sejam 10% ou até 5%. Para tal, obviamente, deseja mais alguns euros. O negócio é fazer caixa e contratar — Christian Eriksen, do Tottenham, é o alvo. Pelos números acertados em 2019, proporcionalmente se chega aos €20 milhões como o valor dos 100% de Gabigol. Se o Flamengo levasse, digamos, 90%, teria que desembolsar €18 milhões, por exemplo -, explicou o jornalista em seu blog.

Durante a apresentação de Michael, novo reforço do Flamengo para a temporada, nesta terça-feira (21), o vice de futebol Marcos Braz afirmou que o clube já está alinhado com Gabigol, restando agora o acerto com a Inter de Milão.

– Com o Gabigol está fechado. Tão importante quanto o Gabriel, em um outro momento, a gente teve que parar com a Inter, porque precisávamos da posição do Gabriel. Fomos para o Gabriel, não foi fácil, ajustamos. Posteriormente, voltamos à negociação com a Inter, passamos a eles que estava tudo acertado com o Gabriel.

Gabigol foi um dos principais nomes do Flamengo na campanha da equipe em 2019, que culminou na conquista dos títulos do Brasileirão e da Libertadores. Foram do atacante os dois gols marcados na virada histórica sobre o River Plate, pela grande final do torneio sul-americano. De quebra, o jogador foi eleito o “Rei da América”, após votação no jornal uruguaio El País.

Publicado em colunadofla.com.