Jesus surpreende, joga favoritismo para o Grêmio e admite superioridade de Renato Portaluppi

Jesus surpreende, joga favoritismo para o Grêmio e admite superioridade de Renato Portaluppi

​A semifinal da Copa Libertadores da América está marcada para começar a ser disputada por ​Grêmio e ​Flamengo apenas no próximo dia 2 de outubro, mas o confronto mata-mata tem sido assunto recorrente em ambos os clubes. Uma discussão que está rendendo muitos comentários e análises da mídia é com relação a qual equipe está apresentando o melhor futebol do Brasil.

Neste sábado (21), após a vitória do Rubro-Negro sobre o Cruzeiro, em Belo Horizonte, por 2x1, na abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro, o português Jorge Jesus tratou de jogar o favoritismo para o Grêmio e aproveitou para elogiar Renato Portaluppi. O técnico do Flamengo citou a experiência tanto do Tricolor Gaúcho quanto de seu comandante no torneio sul-americano.

Renato Portaluppi

"Só quero dizer que eu nunca ganhei nenhuma Libertadores. O treinador do Grêmio tem muito mais experiência do que eu. A equipe do Grêmio já venceu duas ou três Libertadores, pelo que eu saiba. Portanto, é uma equipe, nesta competição, muito mais experiente que eu. E o treinador, porque já ganhou a Libertadores, tem muito mais experiência, é um treinador muito mais qualificado que eu. Vamos fazer o nosso trabalho passo a passo, que é o que estamos fazendo até agora", disse Jorge Jesus.

Recentemente, em entrevista ao site GaúchaZH, Renato Portaluppi fez o inverso e tratou de apontar o Flamengo como favorito por conta dos altos investimentos. “O Flamengo é o favorito e tem a obrigação de ganhar, sim. Bota na balança: o Grêmio gastou R$ 7 ou 8 milhões, o Flamengo gastou quase R$ 200 milhões. Então, tem a obrigação de ganhar. Até pelo grupo do Flamengo. Eu sempre falo: os grupos do Palmeiras e do Flamengo são os melhores do Brasil. O Flamengo hoje vem jogando um futebol bonito? Sim, vem jogando um futebol bonito. Tem encantado? Sim. Mas é obrigação. É obrigação pelo que o Flamengo gastou e pelo que tem no elenco", disse o técnico, que ainda avaliou a carreira do adversário.

"Jesus está fazendo um bom trabalho? Sim, mas é obrigação, pelo que ele tem em mãos. Aí você vai falar assim: 'não, mas o Flamengo está jogando que nem o Grêmio, o melhor futebol do Brasil'. Concordo. Mas o Jorge Jesus ganhou dois, três títulos portugueses só. E saiu de Portugal e foi para a Arábia. Ele nunca treinou fora de Portugal um grande clube da Europa. E nunca conquistou nada. Ele está com 65 anos. Está com uma seleção nas mãos. Ele é obrigado a fazer exatamente o que ele está fazendo, o Flamengo jogando um futebol bonito, mas tem que ganhar", completou.

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.