• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Jornalista argentino vê quarteto do Fla como ‘titular em qualquer time europeu’, mas detona atitude de reservas no banco

A virada por 3 a 2 sobre o Vélez Sarsfield na terça-feira (20), foi o suficiente para fazer valer a superioridade técnica do Flamengo, principalmente na parte ofensiva, e chamar bastante atenção da mídia esportiva argentina. Para o jornalista Pablo Carrozza, o Rubro- Negro ostenta o melhor plantel do continente e possui atacantes nível europeu.

Apesar de reconhecer a enorme qualidade da equipe brasileira diante dos demais times da América, o jornalista não amenizou nas críticas referentes ao banco de reservas rubro-negro.

O Flamengo é por escândalo o melhor time do continente. Os quatro primeiros são titulares de qualquer equipa europeia de primeira linha. Para mim, ele está a caminho de ser campeão da taça. Dito isso, a coisa do banco substituto é uma pena. Eles gritam mais alto do que Valeria Lynch.

O triunfo de virada por 3 a 2 sobre o Vélez, fez com que o Flamengo quebrasse dois tabus de uma só vez: o clube não ganhava uma partida sequer em solo argentino há 20 anos e há 40 pela Libertadores. A última vitória na Argentina foi sobre o San Lorenzo, por 2 a 1, pela Mercosul de 2001. Além disso, conquistou três pontos importantíssimos que o colocaram momentaneamente na liderança do grupo G.

Nesta quarta-feira (21), Unión La Calera e LDU fecham a primeira rodada do grupo G da Libertadores. O confronto entre as equipes está marcado para acontecer no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, no Chile, às 23h (horário de Brasília).

Publicado em colunadofla.com.