Flamengo  RJ
menu
search

Jornalista critica permanência de Renato no Brasileiro: “Diretoria banana”

29 de novembro de 2021 às 11:44h
Jornalista critica permanência de Renato no Brasileiro: “Diretoria banana”

Especialista faz duros julgamento ao baixo rendimento do Flamengo na final da Libertadores

O Flamengo amargurou, no último dia 27 de novembro, o primeiro vice de Libertadores da sua história. A derrota na prorrogação para o Palmeiras, por 2 a 1, é, certamente, um dos capítulos finais de Renato Gaúcho no Rubro-Negro – que na opinião de Renato Maurício Prado, deveria ser demitido antes mesmo do término do Brasileirão 2021. O especialista ainda afirmou que a derrota foi justa e digna de um time que não tem treinamento.

O Flamengo perdeu a final na prorrogação para o Palmeiras, em um erro grosseiro de Andreas Pereira, que ironicamente era um dos melhores em campo. O Flamengo não jogou nada bem e perdeu o primeiro tempo com absoluta justiça. Sofreu um gol parecidíssimo com o que já tinha levado do mesmo Palmeiras na Supercopa. A cabeça de área do Flamengo é um deserto, típica de um elenco completamente perdido.

O Flamengo até tentou, mas com aquela conhecida e velha dificuldade. O Flamengo não tem esquema de jogo, não tem nada, nem treinamento. O Renato deu fim dez vez ao seu destino no Flamengo. Eu, se sou a diretoria, não deixava terminar nem o Brasileiro. Mas como essa diretoria é banana, é capaz de deixarem ele terminar o ano -, analisou o especialista.

Para finalizar, Renato Maurício Prado dá todo mérito ao Gabriel Barbosa pelo gol de empate: “Foi uma jogada absolutamente de talento individual. O Gabigol tocou para o Arrascaeta, que devolveu para o camisa 9. O Flamengo tomou a virada e ainda tinha tempo para buscar outro resultado, mas cadê o esquema? Cadê a organização? Cadê alguma coisa desse time que não seja apenas a individualidade?”.

A princípio, Renato será o técnico da equipe nesta terça-feira (30), quando o Flamengo retorna aos gramados para encarar o Ceará, no Maracanã, pela 36ª rodada do Brasileirão 2021. Com chances remotas de título, o Mais Querido pode apenas adiar a antecipada festa mineira. Para isso, precisa somar três pontos no Rio de Janeiro e seguir focado para manter-se na segunda colocação.

Publicado em colunadofla.com