Jornalista não acredita em permanência de Cacau Cotta no cargo: “Alguém acha que há condição?”

Jornalista não acredita em permanência de Cacau Cotta no cargo: “Alguém acha que há condição?”

Os muros do Ninho do Urubu e da sede do Flamengo, na Gávea, amanheceram pichados na segunda-feira (20), em protesto ao desempenho apresentado pelo elenco no último jogo contra o Atlético Mineiro. Pedidos da saída de Abel Braga estavam entre as frases expostas. A declaração do diretor de relações externas do clube, Cacau Cotta, em relação a uma pichação, “Copa Mickey é o c***lho”, gerou revolta na torcida rubro-negra. De acordo com o dirigente, tal manifestação não foi feita por torcedores, porque a escrita da palavra Mickey estava correta.

A fala de Cacau Cotta teve grande repercussão na torcida do Flamengo, e na imprensa brasileira. Apesar do dirigente ter pedido desculpas, o jornalista Mauro Cezar acredita que Cotta não deve continuar no cargo, depois desse acontecimento. Em um programa da ESPN, o jornalista expressou sua opinião sobre a permanência do diretor de relações externas no clube.

— Eu não tenho nada pessoal com o Cacau, mas não acho que ele tem condições de continuar na diretoria do Flamengo, e cabe ao presidente tomar a decisão, “Cacau, você não pode continuar”. Depois dessa, não há como, vice de relações externas, ou seja, relações externas você vai se relacionar fora do clube com alguém, conversar com pessoas. Como uma pessoa, que depois de se meter nessa enrascada, de falar essa bobagem, vai continuar? Ele não tem condição, eu acho que ele não tem condição. É um problema que ele mesmo arrumou para ele.

Além disso, Mauro Cezar também falou que os dirigentes do Flamengo, principalmente o presidente do clube, Rodolfo Landim, precisam agir em relação a essa situação que o diretor de relações externas causou.

— Então cabe a um dirigente do clube tomar uma decisão firme, como ele (Landim) disse que faria na campanha. Alguém acha que ainda há condição do Cacau continuar nesse cargo depois disso? Eu acho que não tem condição, ainda mais com esse título, diretor de relações externas.

Em informação divulgada pelo jornal O Globo, o diretor de comunicação do Flamengo, Bernardo Monteiro, disse que o clube não se manifestaria sobre os últimos acontecimentos envolvendo Cacau Cotta. O diretor de relações externas pediu desculpas à torcida, e falou que não teve a intenção de ofender o torcedor rubro-negro.

Clique aqui e faça parte do nosso canal do Telegram e receba todas as notícias em tempo real.