“Lava-Jato”, propina e improbidade: blog revela acusações contra Rodolfo Landim, candidato à presidência do Fla

“Lava-Jato”, propina e improbidade: blog revela acusações contra Rodolfo Landim, candidato à presidência do Fla

Os bastidores do Flamengo antes da eleição marcada para 8 de dezembro seguem fervendo. Segundo publicação do blog do Paulinho, Rodolfo Landim teria sido delatado na operação “Lava-Jato”, além de receber propina do MT e ser acusado de improbidade em Campinas, São Paulo. Em nota, o principal candidato de oposição se defendeu e afirmou que “as ações citadas não resultaram em qualquer condenação e não provam nada“, além de apresentar certidões.

São três casos citados. No primeiro, o STJ negou Habeas Corpus em processo envolvendo contratos de subsidiárias da Petrobras com as empresas Marítima e UKGB. No segundo, Landim é réu em processo movido pelo Ministério Público (MP), em Campinas, acusado de ter praticado ato de improbidade, o qual foi o signatário. E por último, ele foi acusado de praticar crime contra a Propriedade Intelectual – o processo acabou extinto porque prescreveu.

Veja os documentos obtidos através do site do Superior Tribunal de Justiça (STJ):

AÇÃO PETROBRAS – MARÍTIMA E UKGB

PROCESSO MOVIDO PELO MP DE CAMPINAS

ACUSAÇÃO DE CRIME CONTRA PROPRIEDADE INTELECTUAL

A Comissão Eleitoral do Flamengo entende que se a briga na justiça for de natureza civil, não acarreta em complicações para a chapa da oposição. Porém, se o caso for de cunho criminal ou improbidade administrativa, configura uma ilegalidade. Vale lembrar que, na última terça-feira (06), o Conselho de Administração do clube homologou a candidatura dos quatro concorrentes à presidência, tendo feito algumas ressalvas em relação a Ricardo Lomba.

Confira a nota em defesa de Rodolfo Landim na íntegra:

“Rodolfo Landim foi Presidente da BR Distribuidora, do grupo Petrobras, e da Gaspetro durante anos. Conforme a legislação brasileira, como gestor de sociedade de economia mista, está sujeito a vários tipos de ações respondendo pela pessoa jurídica. Entretanto, as referidas ações citadas (algumas extintas, inclusive) não resultaram em qualquer condenação e não provam nada contra o administrador Rodolfo Landim, que sempre conduziu os negócios das empresas por onde passou com a maior lisura e retidão.

As certidões negativas em anexo, inclusive, comprovam de forma incontestável que não há nenhum impedimento na Justiça Federal, no STJ e no CNJ (improbidade administrativa e inelegibilidade), absolutamente nada que desabone a conduta de Rodolfo Landim. Tais certidões, as mesmas da Lei da Ficha Limpa, foram pedidas pelo Flamengo para o registro da candidatura e apresentadas à Comissão Eleitoral.”

Veja as certidões apresentadas por Rodolfo Landim:

CERTIDÃO JF RJ

CERTIDÃO NEGATIVA DE IMPROBIDADE

CERTIDÃO STJ

CERTIDÃO TRF3