• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Marcos Braz desmente candidatura a qualquer cargo político no momento

Nos últimos meses, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, começou a ser cotado para concorrer a um cargo político para a Prefeitura do Rio. Em um primeiro momento, o dirigente rubro-negro foi especulado para compor a chapa de Eduardo Paes como vice-prefeito, porém, Braz não aceitou o pedido. No entanto, recentemente, ele chegou a ter nome muito forte para a candidatura de Vereador.

Apoie o Mengão! Camisa e outros produtos oficiais em promoção

Em entrevista coletiva, diretamente do Equador, Marcos Braz garantiu que está sempre sendo convidado para alguns cargos, entretanto, aproveitou para desmentir qualquer projeto político neste momento.

– Eu fui Secretário de Esporte do Rio num momento importante do Esporte, dentro de um círculo Olímpico. Fui vice-presidente da SUDERJ, sempre tive passagens perto da política e não é a primeira vez não, eu sou sempre convidado. Em nenhum momento eu afirmei ou disse que seria candidato a A, B ou C. Então não tenho que responder essa pergunta se eu não disse que seria candidato. Se pode conciliar? Pode conciliar, mas nada tem haver com a minha decisão.

Além disso, com a pressão que Domènec Torrent vem sofrendo no cargo, surgiu rumores de que Marcos Braz haveria dito que sairia do Flamengo em caso de demissão do treinador. Com isso, o dirigente desmentiu a notícia e afirmou que ‘jamais faria uma colocação dessa maneira’.

– O primeiro ponto que eu quero deixar claro aqui é que a minha relação com o presidente Rodolfo Landim e a minha relação com todos os integrantes, com todos os meus companheiros e vice-presidente. Quem me conhece sabe que eu jamais faria uma colocação dessa maneira. Eu tenho a minha posição e a minha posição sempre é passada e discutida como todos os outros pontos no clube. Como todos os outros companheiros de diretoria também fazem. 

 

Publicado em colunadofla.com.