• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Mauro Cezar enaltece Jorge Jesus e relembra: “Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta estavam longe de ser unanimidades”

O trio que deu o que falar no ataque do Flamengo nas conquistas do Brasileirão e da Libertadores em 2019, começou a temporada deste ano ainda embalado. No último domingo (16), diante do Athletico Paranaense, a vitória por 3 a 0 do Mais Querido, se deu graças a um gol de cada um deles: Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta. Juntos, os três levaram o time à conquista inédita da Supercopa do Brasil. O jornalista Mauro Cezar, no Podcast ‘Posse de Bola’, do UOL Esportes, disse que considera o técnico Jorge Jesus o maior responsável pela evolução do trio no ataque rubro-negro.

– Há um ano, o trio de ataque do Flamengo era cercado de desconfianças e estava longe de ser unanimidade. Até mesmo para parte da torcida do Flamengo. Duvidavam do Gabigol pelo temperamento, mesmo ele tendo sido o artilheiro pelo Santos. O Bruno Henrique vinha de duas temporadas fracas: em 2017 teve muitos problemas físicos e de saúde, e em 2018, foi razoável, mas não era um jogador bombado. E o Arrascaeta, muitos colegas (jornalistas) questionaram quando o Abel não colocava ele pra jogar, porque achavam que ele e o Bruno Henrique não podiam jogar juntos. Há um ano mais ou menos, esses três estavam longe de serem vistos como um super ataque. Quem fez os três se transformarem nisso o que eles são hoje, foi o português, foi o técnico (Jorge Jesus). Tem que ter competência, afirmou.

Veja Flamengo x Del Valle, pela final da Recopa, onde você estiver, inteiramente de graça!

Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta, juntos, têm 96 gols em 2019. Gabriel anotou 43 gols em 59 jogos, Bruno Henrique marcou 35 vezes em 62 partidas e o Arrascaeta balançou as redes em 18 oportunidades, em 52 duelos. O trio, no entanto, não estará completo na partida desta quarta-feira (19), contra o Independiente Del Valle, pela Recopa Sul-Americana. Gabriel foi expulso na partida que deu o título da Copa Libertadores para o Flamengo, em novembro passado e cumpre suspensão. A bola rola às 22h30 com transmissão exclusiva da DAZN.

Publicado em colunadofla.com.