• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Mauro vê queda em reprises e projeta boa audiência para TV com retorno do futebol: “Estão com saudade”

Com o futebol brasileiro paralisado devido à pandemia mundial do novo coronavírus, algumas emissoras da TV aberta viram nas exibições de jogos históricos uma saída. Globo, Bandeirantes e Gazeta são exemplos de canais que viram nessa alternativa uma opção de saciar a saudade dos amantes do futebol. No entanto, para o jornalista Mauro Cezar Pereira, essa ‘solução’ apenas tapa o “buraco” causado pela falta de partidas ao vivo.

A ideia é sempre passar vitórias do Brasil. Elas se esgotaram, não têm muitas vitórias recentes, e agora foram para jogos importantes de vitórias dos clubes locais. Os torcedores vão sendo brindados com reprises históricas, e a fórmula vai ficando desgastada, e aquilo vai ficando cansativo. Muitos desses jogos estão disponíveis na internet. Foi saída razoável para tapar buraco nesse momento, mas não sustenta por muito tempo assim. Imagino até que a audiência na volta dos times a audiência será boa; os torcedores estão com saudades de seus times -, declarou.

Com a reprise do recente título da Libertadores do Flamengo, em 2019, contra o River Plate, a TV Globo teve bons números de audiência, registrando 18 pontos. No entanto, com o triunfo do Vasco sobre o Barcelona de Guayaquil, de 1998, registrou o pico de 14 pontos atingidos, mas fechou apenas com 12.

Publicado em colunadofla.com.