• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Meia da base agrada Ceni e ganha vaga de Pepê na estreia do Flamengo na Libertadores

O Flamengo dará o primeiro passo em busca do tricampeonato da Libertadores da América nesta terça-feira (20). Os comandados de Rogério Ceni farão a estreia na edição de 2021 da competição contra o Vélez Sarsfield, da Argentina, às 21h30 (horário de Brasília). Para o embate, o treinador definiu a lista de relacionados com uma surpresa: Max no lugar de Pepê.

Logo o camisa 40, considerado um dos maiores ‘xodós’ de Ceni, ficou de fora da estreia do Mengão no torneio sul-americano. Para o lugar de Pepê, o técnico escolheu Max, meio-campista de 19 anos, que fez o golaço da vitória do Fla na primeira partida da temporada, contra o Nova Iguaçu, pelo Campeonato Carioca. Na ocasião, vindo do banco de reservas, o jogador garantiu o triunfo rubro-negro por 1 a 0.

Natural de Juiz de Fora, em Minas Gerais, Max chegou ao Flamengo ainda em 2020, no mês de novembro. Criado nas divisões de base do Tupi, em sua cidade natal, o jovem chamou a atenção de olheiros rubro-negros após a última edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Pela equipe sub-20 do Flamengo, Max tem 28 jogos e dois gols marcados. Já pelo profissional, o meia totaliza apenas quatro partidas e um tento guardado. Realizando alguns treinamentos junto ao time principal do Fla, o jovem agradou ao Rogério Ceni. Em busca de uma oportunidade, o atleta treina com o Mais Querido nesta segunda-feira (19), no Centro de Treinamento do Boca Juniors. A atividade será a última antes da estreia na Libertadores.

Publicado em colunadofla.com.