Nathan, da Ponte Preta, se emociona ao relembrar do primo Pablo Henrique

Nathan, da Ponte Preta, se emociona ao relembrar do primo Pablo Henrique

O triste incêndio que atingiu o Ninho do Urubu na última sexta-feira (08) deixou dez jovens mortos e, entre eles, Pablo Henrique, primo do volante Nathan, da Ponte Preta. O jogador chegou a ser liberado da partida do sábado (09) no Moisés Lucarelli, contra o São Paulo, mas disse que tinha condições de entrar em campo e preferiu atuar no duelo. A Ponte venceu por 1 a 0. Ao fim, Nathan fez um discurso emocionado ao relembrar do primo.

Em entrevista ao SporTV, o volante contou que recebeu a notícia quando estava treinando e que não conseguiu acreditar. “Fiquei muito abalado, mas recebi todo suporte do clube, dos meus companheiros e da comissão técnica. Tive que ser muito forte no momento dessa perda do meu primo. É um momento muito delicado na nossa família, só nós sabemos o que já passamos“, disse.

O jogador ainda falou sobre a vida e rotina de quem deixa a família para seguir o sonho do futebol, compartilhada com seu irmão, o zagueiro Werley, do Vasco. “Meu primo iria viver isso. Ficar dentro da concentração, ficar longe dos pais, da família, abrindo mão. É vida que segue. Agora é tentar dar total suporte pra nossa família. Temos que ser fortes nessa tragédia. São dez famílias, não é só a nossa. É um momento muito delicado. Quero dar um abraço em todas as famílias daqueles que estavam na tragédia“, finalizou o volante.