• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Otimista, Flamengo planeja contar com ‘reforços’ contra o Del Valle

Após a CBF negar o pedido de adiamento do Flamengo para o jogo contra o Palmeiras, muito se discutiu sobre como o clube carioca iria atuar na Libertadores da América, contra o Independiente Del Valle, na quarta-feira (30), no Maracanã. O Rubro-Negro, no entanto, espera contar com reforços de sete dos 16 jogadores infectados com a Covid-19.

O Flamengo vê precedente na competição, por conta de a Conmebol ter autorizado o Boca Juniors, da Argentina, de atuar contra o Libertad, do Paraguai, com jogadores positivados com o novo coronavírus. A alegação foi de que os atletas não transmitiam a doença, por terem sido infectados há mais de dez dias. Os sete primeiros diagnosticados com a Covid-19 completarão 11 dias com a enfermidade até o jogo com o Del Valle, como explicou Rodrigo Dunshee, vice-presidente do Fla.

A legislação da Conmebol, e existe um precedente do Boca Juniors, diz que dez dias após o teste positivo automaticamente o atleta pode jogar, se o médico disser que não tem sintomas. Então, poderíamos ter jogadores que possam atuar. Por isso que a situação é diferente (do jogo contra o Palmeiras) -, disse Dunshee durante participação no “Seleção SporTV“.

Ou seja, o Flamengo acredita que poderá contar com os reforços de Mauricio Isla, Filipe Luís, Diego Ribas, Michael, Vitinho e Bruno Henrique, além do lateral-direito reserva Matheuzinho. Os outros nove infectados, no entanto, teriam que aguardar cerca de mais cinco dias e são desfalques certos, são eles: Gabriel Batista, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique, Matheus Thuler, Léo Pereira, Renê, Arão e Everton Ribeiro, além de Gomes, da categoria de base, mas que estava com a delegação no Equador na última semana.

Embora a CBF tenha negado o pedido do Flamengo, os dirigentes cariocas ainda tentam adiar o confronto com o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro entrou com um pedido do STJD para que o duelo seja adiado, por conta de não ter atletas profissionais suficientes – o Fla conta com apenas dez disponíveis, sendo dois goleiros. Caso não consiga, a bola rola a partir das 16h (horário de Brasília) de domingo (27), no Allianz Parque, em São Paulo.

Publicado em colunadofla.com.