Flamengo  RJ
menu
search

Pedro ultrapassa ídolo do Flamengo na artilharia do século e mira ‘top-10’

17 de setembro de 2021 às 13:54h
Pedro ultrapassa ídolo do Flamengo na artilharia do século e mira ‘top-10’

O Flamengo conseguiu mais uma vitória na última quarta-feira (15), diante do Grêmio, na Copa do Brasil. A partida terminou 2 a 0, com dois gols do atacante Pedro, que veio do banco de reservas. O centroavante virou o vice-artilheiro da equipe no ano de 2021. Ele entrou no segundo tempo e foi decisivo para o triunfo Rubro-Negro. Desse modo, com os tentos, ele passou o Adriano Imperador no ranking de goleadores do clube neste século.

Mesmo na reserva, o camisa 21 conta com 14 gols na temporada, seguido por Bruno Henrique, com 13, e fica atrás apenas de Gabigol, que possui 27 tentos. Desde que chegou ao Flamengo, o Pedro marcou 37 vezes em 87 partidas. Atualmente, ocupa a 13ª posição no ranking de artilheiros e passou Adriano Imperador, ídolo da torcida, na vitória sobre o Grêmio.

MAIORES ARTILHEIROS DO SÉCULO NO FLAMENGO

1º – Gabigol – 97 gols
2º – Renato Abreu – 73 gols
3º – Bruno Henrique – 69 gols
4º – Obina – 47 gols
Vagner Love – 47 gols
Léo Moura – 47 gols
7º – Hernane – 45 gols
8º – Edílson – 44 gols
9º – Guerrero – 43 gols
10º – Diego – 42 gols
11º – Arrascaeta – 39 gols
Everton – 39 gols
13º – Pedro – 37 gols
14º – Adriano – 36 gols

Os gols de Pedro aumentaram a vantagem no placar agregado (6 a 0) e levou a equipe para a semifinal da Copa do Brasil, para enfrentar o Athletico-PR. Com isso, o centroavante ainda chegou a artilharia do torneio junto com Michael, Bruno Henrique e Gabigol, todos com dois tentos.


Com a suspensão de Gabigol pelo STJD, Pedro deve ser o titular da equipe do técnico Renato Gaúcho no próximo domingo (19). O jogo é válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, acontece às 20h30 (horário de Brasília), no Maracanã. O Mais Querido ocupa a terceira colocação na tabela, com 34 pontos, enquanto o Tricolor está no 18º lugar e soma 19. A transmissão fica por conta do Coluna Do Fla, na internet, via Youtube.

Publicado em colunadofla.com