• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Por falhas na transmissão, MyCujoo se desculpa com torcida do Flamengo e divulga balanço da semifinal

A plataforma de streaming, MyCujoo, parceira do Flamengo na transmissão da partida contra o Volta Redonda, emitiu nesta segunda-feira (05), um comunicado pedindo desculpa ao clube e à torcida Rubro-Negra pelos problemas técnicos. Além de divulgar os números de acesso e os valores arrecadados.

De acordo com os dados divulgados, foram mais de 90 mil pessoas no Brasil e cerca de 5.500 pessoas no exterior que compraram o ingresso para assistir a semifinal da Taça Rio. Ao todo, Flamengo e MyCujoo arrecadaram cerca de R$ 1,1 milhão.

Além disso, a plataforma informou que todos os torcedores que se sentirem prejudicados podem pedir reembolso: “Todos os torcedores que se sentiram prejudicados nesse evento e desejarem receber seu dinheiro de volta serão reembolsados.”

A parceria com o Flamengo rendeu à plataforma o mais alto valor faturado desde chegou ao Brasil. A empresa, especializada em exibição de partidas via streaming, faz a transmissão do campeonato de futebol feminino e do Campeonato Brasileiro Série D.

Em um primeiro momento, a parceria era para uma exclusividade de transmissão no aplicativo MyCujoo. Porém, com os inúmeros problemas técnicos relatados pelos torcedores do Flamengo, o presidente Rodolfo Landim liberou a transmissão com imagens e de forma gratuita na FlaTV. O jogo atingiu 1,8 milhão de acessos simultâneos no YouTube.

Confira a nota na íntegra:

“Aos torcedores do futebol brasileiro,

O diálogo entre os Clubes de Futebol, suas respectivas torcidas e as empresas capazes de exibir os jogos em plataformas digitais evoluiu mais na semana passada do que em toda a história do principal esporte do país. Foram dias de muita ação e um aprendizado incrível.

O MyCujoo se sente orgulhoso de ter sido parte desse esforço e considera que, apesar dos problemas técnicos encontrados antes da transmissão da partida entre Flamengo e Volta Redonda, as iniciativas em pauta seguem avançando.

É claro que precisamos nos desculpar com aqueles torcedores que encontraram problemas técnicos para adquirir o “pay-per-view” do jogo. Mesmo sabendo que a maior parte dos problemas foram resultantes do processo de pagamentos em cartão pela parceira, pedimos desculpas à Nação Rubro-Negra pelos transtornos.

Ao Flamengo, também pedimos desculpas.

O esforço das 48h com o Flamengo antes da partida, confirmou que o MyCujoo está no caminho certo. Trabalha, com profissionalismo e conhecimento técnico, pela democratização do acesso público ao Futebol. Trata-se de um projeto de longo prazo que começou com a exibição em plataforma digital de campeonatos e partidas cujos donos dos direitos de transmissão não encontram opções eficientes de comercialização e transmissão.

Tivemos 5.500 pagantes no exterior e pouco mais de 90.000 pagantes no Brasil, gerando uma receita total de 1.1M de reais. Todos os torcedores que se sentiram prejudicados nesse evento e desejarem receber seu dinheiro de volta serão reembolsados.

Nossa missão é ampliar o diálogo das torcidas com os clubes, das federações com o público e especialmente dos atletas com seus fãs. Ampliamos também o diálogo do futebol brasileiro com a imprensa especializada, já que nossa plataforma exibe centenas de jogos por semana, mesmo em plena pandemia.

Mesmo com os problemas no sistema de pagamentos da última partida do Flamengo, ficou evidente que o MyCujoo está pronto para encontrar soluções de transmissão dos jogos de qualquer clube. Pronto para ajudar os clubes brasileiros a mostrar o seu futebol no Brasil e no exterior e conseguir uma receita importante com isso.

Tiramos duas grandes lições deste episódio, ambas muito positivas. O MyCujoo tem a plataforma que o futebol brasileiro precisa para ser mais moderno e democrático. Sabemos como corrigir os problemas que dificultaram a venda do “pay-per-view” do jogo do último domingo. Gostamos de aprender. Evoluímos todos os dias.

Muito Obrigado,

Equipe My Cujoo”

Publicado em colunadofla.com.