• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Prejuízo do Flamengo com jogos sem público no Campeonato Brasileiro passa de R$ 1 milhão

No ‘ano mágico’ de 2019, o Flamengo foi o clube que mais levou público aos estádios no Campeonato Brasileiro, com média de 55.025 pagantes por jogo. No entanto, devido à pandemia da Covid-19 na temporada 2020, o Fla, assim como os demais adversários, tem sofrido com o fato das partidas serem disputadas com portões fechados. Reflexo disso é que o Mais Querido ainda é o segundo clube com maior prejuízo financeiro por conta dos duelos sem torcida.

Assim como no ranking divulgado em setembro, apenas o Fluminense fica à frente do Flamengo no quesito. Isso porque, como ambos dividem a concessão do Maracanã e têm um gasto de, aproximadamente, R$ 200 mil por partida, acabam liderando os prejuízos financeiros. O Fla tem, até então, um déficit de R$ R$ 1.297.799,39, enquanto o do Flu é de R$ 1.679.871,58. O levantamento realizado pelo Uol Esporte leva em conta os gastos dos clubes até a 17ª rodada do nacional.

Confira o ranking:

1º – Fluminense – R$ 1.679.871,58
2º – Flamengo – R$ 1.297.799,39
3º – Botafogo – R$ 823.546,15
4º – Atlético-MG – R$ 813.971,87
5º – Palmeiras – R$ 712.480,50
6º – Bahia – R$ 601.063,11
7 º – Vasco – R$ 588.845,27
8º – Fortaleza – R$ 580.079,79
9º – Ceará – R$ 570.140,25
10º – Santos – R$ 547.855,11
11º – São Paulo – R$ 504.062,11
12º – Coritiba – R$ 484.091,37
13º – Grêmio – R$ 483.551,33
14º – Internacional – R$ 469.445,04
15º – Bragantino – R$ 412.913,47
16º – Corinthians – R$ 412.264,75
17º – Athletico-PR – R$ 377.965,07
18º – Atlético-GO – R$ 367.849,17
19º – Goiás – R$ 323.308,55
20º – Sport – R$ 59,40

Logo atrás do Flamengo, em terceiro lugar, vem o Botafogo, com R$ 823.546,15 de gastos. Curiosamente, fechando o ‘top-3’ estão as equipes que não têm estádio próprio e pagam alugueis, tornando seus prejuízos ainda maiores. A dupla Fla-Flu, que divide a concessão do Maracanã, e o Alvinegro que, sozinho, administra o Engenhão.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) debate o retorno das torcidas aos estádios junto aos clubes que disputaram a Série A do Brasileirão. No entanto, apesar do prejuízo de todos os times somados ultrapassar os R$ 12 milhões, o tema acabou sem uma definição e deve ser discutido novamente mais para frente.

Publicado em colunadofla.com.