• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Pressionado no Flamengo, Rogério Ceni tem portas abertas no São Paulo em caso de demissão

Rogério Ceni chegou ao Flamengo em novembro de 2020, após a demissão de Domènec Torrent. Antes de aceitar o convide do Rubro-Negro, o treinador estava no comando do Fortaleza, mas já havia boatos de que retornaria ao Morumbi para a temporada de 2021. Um dos maiores ídolos da história do São Paulo, Ceni é um dos principais cotados por Julio Casares, presidente do Tricolor, para assumir o time.

Isso porque, antes mesmo de ser eleito, Julio deixou claro o desejo de ter Rogério Ceni no comando do São Paulo novamente. No entanto, o treinador aceitou a proposta do Flamengo e, inicialmente, o desejo ficou um pouco distante para o Tricolor Paulista. Porém, como Ceni está pressionado à frente do Fla, o presidente nutre a esperança do retorno do ídolo.

De acordo com Robson Morelli, no Estadão, Fernando Diniz será reavaliado após o término da temporada e, devido aos resultados, possui grandes chances de deixar o comando do São Paulo. Além disso, um fator que pode influenciar o retorno de Rogério Ceni ao Morumbi é a presença de Muricy Ramalho na diretoria do clube.

Comandando o Flamengo, Rogério Ceni está sofrendo pressão por conta dos recentes resultados, que deixam o Flamengo cada vez mais distante do título. Até o momento, o técnico possui 48% de aproveitamento. Ao todo, 15 jogos: seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Atualmente, o time está na terceira colocação do Brasileirão com 55 pontos, sete atrás do líder Internacional.

 

Publicado em colunadofla.com.