• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Rafinha se destaca nos duelos individuais contra pontas adversários e afirma: “Me sinto cada vez melhor”

Acostumado a conquistar títulos, Rafinha venceu mais um na manhã do último domingo (16), e só consolidou o grande momento na carreira aos 34 anos. Desde que chegou ao clube, o lateral participou de grandes jogos e teve bons duelos individuais contra os adversários.

Contra o Athletico-PR, o embate foi com Rony, destaque do time na última temporada. Além disso, o camisa 13 já enfrentou outros nomes como Dudu, Everton Cebolinha, Soteldo, e até Sadio Mané, do Liverpool.

O camisa 13 já havia comentado sobre um assunto parecido na última temporada, mas os confrontos seguirão acontecendo em 2020. Rafinha ainda brincou dizendo que os mais rápidos deviam cair pelo lado do Filipe Luís.

– Não é fácil não, ainda mais com 34 anos (risos). Mas estou muito bem fisicamente. No meu lado só caem os mais rápidos. Uma hora é o Everton Cebolinha, outra o Rony, Dudu… sempre os mais rápidos. Na Libertadores foi o De La Cruz (River Plate), e na final do Mundial o Mané (Liverpool). Tá escrito que eles vêm sempre para o meu lado. Tem que ir para o lado do Filipe para cansar ele um pouquinho também (risos). São duelos bons e mostram que estou em plenas condições. Me sinto cada vez melhor.

Publicado em colunadofla.com.