Flamengo  RJ
menu
search

Referências ofensivas não ultrapassam 20 jogos no Brasileirão pelo Flamengo

29 de novembro de 2021 às 10:44h
Referências ofensivas não ultrapassam 20 jogos no Brasileirão pelo Flamengo

Três dos quatro titulares do ataque do Flamengo não completaram mais de 20 jogos pelo torneio nacional

Por: Ana Beatriz Zayat

O Flamengo acumulou números impressionantes nos 72 jogos realizados até o momento na temporada, mas, ao mesmo tempo, apresentou outras estatísticas alarmantes. Uma delas é sobre a ausência de suas referências ofensivas titulares. Um exemplo claro disso é que apenas um atleta do ‘quarteto fantástico’ do Mais Querido, formado por Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol, completou mais de 20 jogos nesta edição do Campeonato Brasileiro – que já tem 34 de 38 rodadas.

Bruno Henrique é, até o momento, o único com mais de 20 participações em 34 rodadas de Brasileirão. Em 22 jogos disputados nesta edição, o camisa 27 marcou 11 gols e contribuiu com quatro assistências. É, aliás, o vice-artilheiro da equipe no torneio de pontos corridos – ao lado de Gabigol e atrás de Michael, com 13 no total.

Dos outros três jogadores citados acima, Everton Ribeiro foi quem mais vezes atuou pelo torneio nacional, com 20 participações. No período, contribuiu com três dos 66 gols da equipe no Brasileirão 2021 e deu três assistências aos companheiros. O camisa 7 ainda esteve em oito partidas pelo Carioca, seis na Copa do Brasil, 13 pela Libertadores e uma na Supercopa do Brasil. Ou seja, foi a campo 48 vezes em 72 duelos do Flamengo na temporada.

Com 16 participações diretas em gols da equipe, nem parece que Gabriel Barbosa atuou apenas 16 vezes nesta edição de Campeonato Brasileiro. O artilheiro do time na temporada foi ausência recorrente principalmente por convocações da Seleção e cumprimento da Data Fifa. Gabigol, por exemplo, era uma das opções de Tite na disputa do vice na Copa América. Pelo Flamengo, cumpriu 40 jogos e contribuiu com 30 tentos no geral, sendo 11 pelo Brasileirão, e dez assistências – cinco no torneio de pontos corridos.

Arrascaeta, por sua vez, foi a campo em apenas 13 oportunidades pelo Brasileirão 2021. Além das recorrentes convocações, o meia ainda permaneceu no departamento médico por mais de um mês entre outubro e novembro – retornando aos gramados apenas duas rodadas antes da decisão da Libertadores, no último dia 27. Apesar da ausência, o camisa 14 se manteve como o segundo maior garçom do time no Campeonato Brasileiro, com seis assistências no total. Por outro lado, balançou as redes uma única vez entre os 34 embates rubro-negros na competição.

Publicado em colunadofla.com