Revelado pelo Fluminense, Gerson se prepara para primeiro Fla-Flu pelo clube de coração

Revelado pelo Fluminense, Gerson se prepara para primeiro Fla-Flu pelo clube de coração

Sétimo reforço nesta temporada, Gerson chegou ao Flamengo encantando e se revelando um verdadeiro ‘coringa’. Ao contrário de seus companheiros de ataque, o camisa 8 não impressiona pela quantidade de gols ou assistências, mas se destaca pela solidez no meio-campo e sua versatilidade. Cria da base do Fluminense, o volante disputa, neste domingo (20), seu primeiro Fla-Flu com o Manto rubro-negro.

Gerson é considerado, até hoje, uma das principais revelações de Xerém. Antes mesmo de sua estreia entre os profissionais, Alexandre Gallo, técnico da Seleção Brasileira Sub-20 da época, o convocava de maneira constante. O jovem deu seus primeiros passos no time principal do Fluminense aos 17 anos, pelo Campeonato Carioca de 2015. No ano seguinte, tornou-se a maior venda da história tricolor, cerca de R$ 60 milhões (valor à época).

Foram apenas 49 jogos no Rio de Janeiro até se transferir à Roma. Muito jovem, Gerson sentiu a mudança de costumes e, principalmente, de intensidade no futebol. O jogador lembra dessa fase como ‘fundamental para mudar a cabeça’.

Na Itália, tinha muito tempo para pensar. Aí pensava que tinha de mudar. Não podia ser a mesma pessoa. Pedia para os treinadores para ficar no campo, para me ensinar algumas coisas. Pensei: “quero ser um grande jogador?”. Não queria ser conhecido como alguém que jogou aqui e ali e não deu certo. Mudei minha cabeça -, disse.

A chegada de Jorge Jesus influenciou diretamente na vinda de Gerson ao Flamengo. Logo em sua chegada à Gávea, o Mister alertou para a carência de volantes no recheado plantel rubro-negro. A busca pelo mercado resultou no investimento por Gerson, emprestado por uma temporada à Fiorentina.

Gerson realiza, desde julho de 2019, o sonho de defender seu clube de coração. Flamenguista desde o berço, o camisa 8 logo se notabilizou pela capacidade de se reinventar em campo e desempenhar várias funções, sendo, assim, chamado de coringa rubro-negro. Seu talento com a bola nos pés e seu rápido raciocínio logo conquistaram o técnico português – que já declarou ‘não entender como o deixaram retornar da Itália‘.

Neste domingo (20), um desafio novo o espera no Maracanã lotado: encarar, pela primeira vez, o clube que o revelou para conquistar o mundo. De um lado, o Flamengo de Gerson luta para se manter com, pelo menos, oito pontos de diferença na liderança do Brasileirão. Do outro, o Fluminense briga para se afastar da temida zona de rebaixamento. A missão do Tricolor, porém, não é nada fácil – considerando que o Rubro-Negro segue invicto como mandante neste campeonato.



Canal no Telegram: Clique aqui e faça parte do nosso canal para receber todas as notícias em primeira mão.