• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Rogério Ceni justifica substituições do Flamengo e revela: “Gabigol veio pedir para não tirá-los”

O Flamengo superou o Palmeiras e se sagrou campeão da Supercopa do Brasil, neste domingo (11). O resultado da partida terminou 2 a 2, e a decisão foi para as cobranças de pênaltis. Entretanto, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gerson, três batedores do Fla, já haviam sido substituídos. Rogério Ceni falou sobre o assunto em entrevista pós-jogo.

Rogério Ceni não se furtou ao comentar o fato de alguns atletas terem pedido para sair, por conta da questão física. Cansados, o técnico até tentou os deixar em campo, mas não aguentaram permanecer na partida. O comandante revelou ainda que Gabriel Barbosa pediu para mantê-los no jogo, mas os jogadores não conseguiram aguentar.

Se eu colocar o fim do jogo, realmente Michael teve boas jogadas individuais, Vitinho também teve entrada mais competitiva. Everton, Bruno Henrique e Gerson não queria tirar, mas não aguentava mais. Gabigol veio até o campo pedindo para não tirar, mas ele disse que não aguentava mais. Michael entrou, converteu a cobrança. João (Gomes), quando começamos a perder o meio, tentei dar mais proteção. Gerson e Everton cansados -, disse o técnico, antes de prosseguir:

As substituições foram muito mais para repor fisicamente o time do que qualquer outra coisa. Não fizemos substituições defensivas. Matheuzinho entrou porque o Isla tinha um cartão amarelo e começou a ficar um jogo perigoso. As outras substituições são naturais, são as opções que temos do meio para a frente -, concluiu Rogério Ceni.

O Flamengo agora se prepara para enfrentar o Vasco da Gama, na quarta-feira (14), no Maracanã. O confronto é válido pela nona rodada da Taça Guanabara. O Rubro-Negro solicitou o adiamento do confronto, mas aguarda ainda a definição da Ferj. Por ora, o clássico está mantido para daqui a dois dias.

Publicado em colunadofla.com.