• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

STJD inicia inquérito da acusação de racismo feita por Gerson; volante e mais dois atletas do Fla têm depoimento marcado

A partida entre Flamengo e Bahia, que aconteceu no dia 20 de dezembro, ficou marcada pelo ato de injúria racial denunciado por Gerson. O volante rubro-negro acusou Ramírez de ter sido racista durante o jogo. Nesta segunda-feira (25), quase um mês depois, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva abriu o inquérito da acusação. Vale destacar que além da esfera esportiva, o caso é investigado também na esfera criminal pela Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância.

Nesta segunda (25), serão ouvidos presencialmente algumas testemunhas, entre elas, o árbitro, os auxiliares e o delegado da partida. Mano Menezes, que era o técnico no Bahia na época, também seria ouvido neste primeiro dia, no entanto, como não poderá comparecer pessoalmente, o depoimento será feito de forma virtual em uma nova data.

Três jogadores do Flamengo foram intimados a depor e já há uma data marcada. Dia 3 de fevereiro, às 10h30 (horário de Brasília), Gerson, Natan e Bruno Henrique serão ouvidos presencialmente. Enquanto isso, Ramírez dará o depoimento no mesmo dia, às 14h30 (de Brasília). Por determinação do auditor sorteado, Maurício Neves Fonseca, o caso seguirá em sigilo e somente após a conclusão do inquérito as informações serão divulgadas.

Publicado em colunadofla.com.