• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

“Tínhamos tudo para que as coisas fossem melhores”: Vitinho admite frustação com Libertadores 2020

Nesta terça-feira (20), o Flamengo estreia na Libertadores, contra o Vélez Sarsfield, às 21h (horário de Brasília), na Argentina. Em busca do tricampeonato, o Rubro-Negro entra em campo para espantar os ‘fantasmas’ da temporada passada. Isso porque, campeão em 2019, o Mais Querido foi eliminado nas oitavas de final em 2020. Vitinho revelou os aprendizados da queda na Maior Competição da América.

Após empate nas duas partidas, o Flamengo foi eliminado nos pênaltis para o Racing. Este duelo marcou o início do trabalho de Rogério Ceni com o Manto Sagrado, sendo a segunda eliminação do time, visto que havia caído na Copa do Brasil também. Em entrevista ao canal ‘Que Partidazo!’, Vitinho apontou os fatores que influenciaram na queda, além de citar as diferenças para a temporada 2021.

– Eu acho que a gente aprendeu que temos que ser mais ambicioso. A gente veio de um título e tínhamos tudo para que as coisas fossem melhores. Acabou que não conseguimos produzir dentro do campo. Sentimos falta da torcida, ficamos parados muito tempo, tivemos muitas mudanças. Isso tudo mexeu muito com a gente. No final das contas somos os responsáveis pela eliminação. Agora estamos no período mais estável, as ideias são claras e tem tudo para ser diferente da Libertadores passada.

Vale destacar que o Rubro-Negro já está na Argentina e se prepara para o último treinamento com foco no Vélez. Em parceria, o Flamengo treina no Centro de Treinamento do Boca Juniors, em Buenos Aires, às 16h (horário de Brasília, nesta segunda-feira (19). Para este duelo, o Mais Querido tem todo elenco à disposição, com exceção de Rodrigo Caio, que cumpre suspensão.

Publicado em colunadofla.com.