• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Tite planeja convocar jogadores do Flamengo, e Rubro-Negro pode ter até seis desfalques

Nos últimos anos, o Flamengo montou um elenco extremamente qualificado. Entretanto, isso gera preocupação sempre que se aproxima o período de convocações às Seleções, por conta de possíveis desfalques. Técnico da ‘Canarinho’, Tite analisa seis nomes do Rubro-Negro, mas quatro deles aparecem com chances de serem chamados.

 

Embora Rodrigo Caio e Gerson sejam observados, a dupla não será chamada por Tite, pois estão no departamento médico do Flamengo. Como a convocação acontece nesta sexta-feira (14), o zagueiro e o meio-campista não serão selecionados. Everton Ribeiro, Bruno Henrique, Gabriel Barbosa, e Pedro são casos distintos e todos agradam o comandante da Seleção Brasileira. A informação foi divulgada primeiramente pelo Uol Esporte.

O treinador estuda quais convocará, mas a hipótese de chamar o quarteto não está descartada. Entretanto, existe o receio interno na CBF de como o Flamengo reagiria. Por isso, a tendência é que Tite opte por deixar um ou dois nomes de fora. Everton Ribeiro, que vive má fase, é quem tem maior chance de não ser chamado, enquanto Bruno Henrique disputa com Pedro uma segunda vaga. Destaque do Fla, Gabigol é visto como unanimidade, com chance enorme de ser convocado.

Além dos quatro brasileiros, outros dois nomes do atual elenco correm o risco de serem chamados. Maurício Isla pela Seleção Chilena e De Arrascaeta pelo Uruguai. Com isso, o Flamengo pode chegar a ter seis desfalques em junho, quando os atletas se juntam às Seleções para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

A Seleção Brasileira tem dois jogos marcados em junho: nos dias 4 e 8, contra Equador e Paraguai, respectivamente. Os jogadores se ausentam dos clubes de 1 a 9 do próximo mês. Sendo assim, os convocados desfalcariam o Fla no jogo de ida da Copa do Brasil, contra o Coritiba, na partida diante do Grêmio, no Rio Grande do Sul, pelo Brasileirão, além de haver a possibilidade de se ausentarem do duelo de volta do torneio mata-mata, com o Coxa – dependendo assim de uma logística adequada para participarem do embate decisivo.

Publicado em colunadofla.com.