• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Zico defende mata-mata como ‘solução’ para disputa do Campeonato Brasileiro

Com a pandemia Mundial do novo coronavírus, as competições estaduais, nacionais e internacionais foram suspensa por tempo indeterminado. Com a paralisação das atividades, as entidades vão precisar de uma nova fórmula para ajustar os calendários e manter a disputa dos torneios. Por ser uma competição de longa duração, o Campeonato Brasileiro pode sofrer alterações no formato, que hoje é disputado por pontos corridos. Para Zico, considerando o cenário atual, a volta do mata-mata é a melhor solução.

– Se tivesse tempo, principalmente a partir de agosto – e esticar até dezembro – eu acho que a fórmula seria de mata-mata. Tanto para subir como para descer. Tendo esse espaço de 5/6 meses, dá para fazer. Pontos corridos nem pensar. Faltam poucas rodadas para finalizar os regionais, e eu acho que daria para ficar dentro das previsões de em junho/julho terminar os regionais e começar o Brasileiro -, avaliou o Galinho.

Segundo Zico, o mata-mata é a opção mais viável pelo curto tempo disponível, e vai auxiliar os times que jogam várias competições ao mesmo tempo, visto que todas estão suspensas. Desta forma, seria possível manter os atletas em atividade até o final do ano e não acabaria com os campeonatos Estaduais.

– Como vão ter clubes participando de Libertadores e Sul-Americana, eu acho que o ideal seria tentar uma fórmula de mata-mata, de grupos, como já existiu – vários grupos de quatro e cinco times – e aí os times iam passando de fase. Infelizmente, alguns ficam pelo caminho, mas você pode continuar jogando todos. Um pela Libertadores, um pela Sul-Americana, um pelo rebaixamento. E aí vai mantendo eles em atividade até o final do ano. É uma fórmula sensata por causa do tempo. Não desperdiçaria nenhuma data e não deixaria de jogar os regionais -, concluiu.

Nesta quarta-feira (25), a Ferj informou que o Campeonato Carioca ficará suspenso até o dia 30 de abril. O Flamengo, por sua vez, decretou férias coletivas de 20 dias, no período entre 23 de março e 14 de abril.

Publicado em colunadofla.com.