Aplaudido de pé no Maracanã, Cuéllar vibra: "Não tenho palavras para o torcedor do Flamengo"

Aplaudido de pé no Maracanã, Cuéllar vibra: "Não tenho palavras para o torcedor do Flamengo"

Melhores Momentos de Flamengo 3 X 1 LDU pela Taça Libertadores 2019

Ele não fez gol, nem deu assistência ou foi eleito o melhor em campo, mas certamente foi um dos mais celebrados na vitória por 3 a 1 sobre a LDU. Não é de hoje de Cuéllar caiu nas graças da torcida do Flamengo.

Na noite desta quarta-feira, no entanto, torcedores foram além: o colombiano foi ovacionado e aplaudido de pé por todo o Maracanã ao ser substituto. Reflexos da entrega e da identificação cada dia maior com o torcedor rubro-negro.

- É maravilhoso, não tenho palavras para o torcedor do Flamengo. Muito feliz pelo carinho que demonstram por mim. Tento sempre corresponder em campo e ajudar o Flamengo, que é o mais importante.

Cuéllar, de fato, vive um grande momento com a camisa 8 do Flamengo e parece se multiplicar em jogos importantes. Em um time ofensivo, que busca o gol a todo momento, quase sempre sobra para ele segurar contra-ataques e ajudar a defesa em momentos de perigo. O colombiano, geralmente, dá conta do recado. Contra a LDU, por exemplo, foram sete desarmes.

Cuéllar contra a LDU

  • 1 finalização
  • 68 passes
  • 66 passes certos
  • 2 passes errados
  • 5 faltas cometidas
  • 1 falta recebida
  • 7 desarmes

Cuéllar aponta maturidade rubro-negra

Cuéllar na chegada ao Maracanã — Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes

No Flamengo desde 2016 e com 148 com a camisa rubro-negra, Cuéllar disputa sua terceira Libertadores seguida pelo clube. Vivenciou eliminações dolorosas para San Lorenzo e Cruzeiro e hoje vê o time mais maduro e preparado para a competição.

- Estamos muito mais experientes. Sofremos duas eliminações muito difíceis para nós. Pegamos muita experiência. Nos últimos anos, fomos eliminados em jogos (San Lorenzo e Cruzeiro) em que não fomos inteligentes. Avaliamos muito isso e esses jogos. Aprendemos muito a não dar espaços ao rival, fazer um jogo rápido. Contra a LDU foi a prova disso, mas ainda não ganhamos nada.

A boa fase de Cuéllar não passou despercebida em seu país, e o volante foi chamado por Carlos Queiróz em sua primeira convocação à frente da seleção colombiana, para os jogos contra Japão e Coreia do Sul, nos dias 22 e 26 de março, em Yokohama e Seul, respectivamente. Ele embarca no domingo e vai desfalcar o Flamengo nos jogos contra Madureira e Fluminense, na próxima semana.

Sinta a emoção de ser sócio-torcedor do Mengão e tenha muitas vantagens - clique aqui!